“A Minha Luta” abala Europa


5 de Janeiro, 2016

A obra panfletária de Adolf Hitler “Mein Kampf” (A Minha Luta) vai ser publicada na Alemanha pelo Instituto de História Contemporânea de Munique, 70 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

De acordo com edição online da BBC Brasil vai ser reeditado livremente em todo o Mundo, uma perspectiva que está a causar preocupação na Europa, porque teve a sua reprodução proibida após a Segunda Guerra Mundial.
Actualmente, nos termos da legislação alemã, os direitos da obra entraram no domínio público. Os direitos do autor de um trabalho literário ou musical são válidos durante a vida do autor e durante 70 anos após a sua morte.
 No caso de Hitler, a 30 de Abril de 1945, quando se suicidou em Berlim. O objectivo da versão, que inclui anotações, é mostrar que o texto é incoerente e mau, em vez de poderoso e sedutor, e novas versões também vão ser publicadas em outros países.
Historiadores dizem que o livro ajuda académicos a entenderem o que aconteceu no período nazista.
Muitos grupos judeus elogiaram a medida e disseram ser importante ter acesso à edição crítica para ajudar a explicar o Holocausto.  Críticos argumentam que as ideias propostas em “Mein Kampf” não surgiram com Hitler, mas são oriundas de teorias e argumentos então correntes da Europa.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA