Administrador do Lobito preocupado com poluição


30 de Novembro, 2015

Responsáveis de grupos de teatro e dança, DJ, produtores musicais e de espectáculos, promotores de festas e líderes religiosos, foram instados ontem, no Lobito, pelo administrador municipal Alberto Ngongo, a reduzirem a poluição sonora causada pelas actividades que exercem.

Num encontro que teve a participação de 150 pessoas, Alberto Ngongo apresentou soluções para pôr cobro à perturbação da tranquilidade dos habitantes do Lobito, o município mais populoso da província de Benguela. O administrador advertiu que os responsáveis pela poluição sonora, através de música alta, vão ser submetidos a apreensão do aparelho, em conformidade com o Decreto Presidencial N.º 111/11 de 31 de Maio, que regula as actividades de espectáculos.
“Aqueles que insistirem, serão punidos de acordo com a lei vigente no país”, assegurou, tendo chamado atenção dos participantes para que sejam prudentes durante o período da quadra festiva.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA