Cultura

Agência LS com os Kassav

Roque Silva |

A LS Republicano passa a representar a banda antilhana Kassav nos futuros compromissos nos continentes africano e europeu, revelou ontem ao Jornal de Angola o director-geral da produtora angolana.

LS Republicano representa a banda Kassav
Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

Fernando Republicano informou que o conjunto antilhano, o mais renomado e prestigiado do género zouk, passa a ser agenciado pela equipa que dirige e que passa a ser responsável por receber os contactos dos interessados em ver e ouvir Jacob Desvarieux e companhia em qualquer país de África e da Europa.
Sem adiantar outros pormenores do acordo, o director-geral da LS Republicano deu a conhecer que a parceria para representação dos Kassav no terceiro e no quarto continentes mais populosos, foi possível depois de conversações constantes com o empresário do conjunto musical, François Penat.
O acordo de parceira, disse Fernando Republicano, surgiu por altura das conversações para o regresso da renomada banda antilhana em Angola, que culminou com a realização de três concertos, o primeiro na passada sexta-feira no Centro de Conferência de Belas (CCB), em Luanda, o segundo no sábado, no festival "Tigra Beats com Garra", na ponta da Restinga, no Lobito, e o último no domingo, no Clesort Kikuxi, em Viana.

Artistas nacionais agenciados

A produtora LS Republicano editou dois álbuns com vozes dos seus artistas agenciados e participação de outros nacionais e estrangeiros, com o título “Team de Sonho”. Os músicos são Ary, Pérola, Big Nelo, Cage One, Yuri da Cunha, Yola Araújo, Puto Português, Heavy C, Danny L, Zona 5, Chelsy Shanttel, Yannick Afroman, JD, DJ Malvado, Edy Rodrigues, Callas, Darcy, Kapiro e os Tunezas.
Além da os artistas mencionados, C4 Pedro, Anselmo Ralph, Yuri da Cunha e Eddy Tussa também fizeram parte do leque de agenciados pela produtora. O primeiro, C4 Pedro, se desvinculou da LS Republicano em 2016 depois do contrato entre ambos ter chegado ao fim, mas o músico deve ainda gravar e editar um álbum de originais com o selo  da produtora. O artista assinou, em Janeiro do mesmo ano, um contrato com a editora Sony Music. O desmembramento de Anselmo Ralph com a LS Republicano, em 2014, ocorreu por mútuo acordo depois de quase cinco anos juntos, num casamento que permitiu a gravação do CD "O Cupido", cuja venda atingiu números estrondosos (22.600 cópias em apenas nove horas e mais de 30 mil em menos de um mês em Angola). A sequência do CD “A Dor Do Cupido” mereceu um Disco de Ouro em Portugal, por ter vendido mais de 7.500 unidades em 2013, numa altura que Anselmo ocupava o sétimo lugar nos artistas mais procurado no google.pt. O artista veio mais tarde assinar um contrato com a Sony Music. Ainda em 2016, a LS interrompeu a produção discográfica por um período de oito meses, devido a dificuldade na obtenção de divisas para a importação de matéria prima, mas retomou com o terceiro disco de Puto Português, intitulado “Origens”, lançado a 5 de Novembro do mesmo ano.
A produtora tem em carteira o lançamento do disco de Yola Araújo, cujo single “Sempre Pra Sempre”, integrado por uma balada com o título homónimo ao projecto e a kizomba “Bate bola baixa”, está disponível nas plataformas digitais desde Julho do ano passado.

Tempo

Multimédia