Cultura

Agentes culturais querem incentivos

Os produtores e agentes culturais no Huambo lamentam o fraco apoio recebido para desenvolver projectos artísticos em todas as vertentes, situação que tem desmotivado alguns jovens das actividades.

 

Fotografia: DR

Esta falta de apoio leva à estagnação do sector da Cultura na província. Chico Pobre, poeta e produtor cultural, afirmou ao Jornal de Angola que embora existam iniciativas, os apoios são exíguos, o que em nada contribui para a sustentabilidade dos artistas.
Mesmo assim, "a cultura no Huambo está de pé, apesar de necessitar de investimentos", disse Chico Pobre, que defende a criação de uma rubrica financeira no Orçamento Geral do Estado que permita a atribuição de verbas para os agentes culturais no sentido de auxiliar a divulgação de trabalhos artísticos, garantindo a sustentabilidade dos criadores.

 

 

Tempo

Multimédia