Cultura

Aliança Francesa garante formação contínua no Zaire

O director da Aliança Francesa de Luanda, Paul Barascut, informou, em Mbanza Kongo, província do Zaire, a disponibilidade de cooperar com o Governo do Zaire para a capacitação de promotores culturais em Mbanza Kongo, por ser Património Mundial.

Director da Aliança Francesa de Luanda, Paul Barascut
Fotografia: DR

O responsável fez esta afirmação à imprensa, à margem do encerramento de uma acção de formação em Gestão e Produção Cultural, que durante cinco dias juntou agentes e promotores de eventos, no âmbito da cooperação existente entre o Ministério da Cultura e a Embaixada da França.
De acordo com o director, Mbanza Kongo, por ter sido elevado a Património Mundial, precisa de apoios de instituições nacionais e estrangeiras para o cumprimento das recomendações da Unesco.
A formação foi orientada pela brasileira Dedé Ribeiro e permitiu munir os participantes de ferramentas para a promoção de eventos como conferências, debates, feiras, exposições e concertos, entre outras actividades que poderão no futuro projectar mais a imagem de Mbanza Kongo.

Tempo

Multimédia