Cultura

Alunos do Liceu Francês em aula prática no zaire

Um total de 34 alunos do Liceu Francês de Luanda começou ontem, em Mbanza Kongo, província do Zaire, a confrontar a teoria que detêm sobre a história do antigo Reino do Kongo e a sua capital com a realidade no terreno.

Fotografia: Pedro Moniz Vidal | Angop

O grupo, que inclui dois professores que no seu currículo académico se referiu a História de África, com destaque às temáticas sobre o Reino do Kongo, além do historiador Mbala Lusunzi Vita, quadro sénior do Ministério da Cultura, deverá realizar, durante a sua estadia de quatro dias nesta localidade, práticas pedagógicas nesta vertente. Os alunos realizaram já uma visita guiada ao Museu dos Reis do Kongo e foram recebidos pelas autoridades tradicionais do Lumbu (Corte Real Kongo), local onde decorrem os julgamentos tradicionais no âmbito do direito Consuetudinário.
A constatação vai estender-se a outros locais e sítios históricos como o Sungila, local onde eram embalsamados os corpos dos defuntos Reis, Yala Nkuwu (árvore milenar), Kulumbimbi (primeira Sé Catedral Católica ao sul do Sara, o Cemitério dos Reis do Kongo e o túmulo da Dona Mpolo.

Tempo

Multimédia