Amanhã é o Dia dos Monumentos e Sítios


17 de Abril, 2015

Fotografia: Eduardo Pedro

O acto central das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a assinalar-se amanhã, acontece este ano no Uíge, município do Quitexe, e é presidido pela ministra da Cultura.

Rosa Cruz e Silva, que parte hoje para o Uíge, vai descerrar a placa de classificação do Sítio Histórico da Batalha de Ambuila e visitar as Grutas do Nzenzo. As comemorações da efeméride deste ano foram feitas para enquadrarem com os 350 anos da Batalha de Ambuila.
Para o Ministério da Cultura é importante continuar a realizar acções em torno da conservação, preservação e valorização dos monumentos e sítios. “São patrimónios que devem merecer uma atenção constante e permanente, neste dia, por ser um legado da presença e da acção humana ao longo dos tempos”, explica num  comunicado de imprensa.
O documento destaca que nos últimos anos, em Angola, as comemorações da efeméride, têm sido realizadas sob o signo da educação patrimonial, com o objectivo de promover uma atitude de preservação, através de acções de sensibilização e de educação junto das comunidades.
O Ministério da Cultura informou que a aposta na valorização é feita porque a maior parte da população desconhece a importância do património nacional.
“Apesar de todo o esforço envolvido na protecção e valorização do património, ainda estamos muito longe daquilo que é necessário fazer para garantir a sua subsistência, pois os desafios que hoje se colocam, não somente ao Estado, mas também à sociedade civil e às comunidades, são cada vez mais intensos, sobretudo por estamos mais confrontados com tendências radicais, como a destruição, descaracterização e o vandalismo que afectam sistemática e cruelmente o património histórico”. O programa de actividades inclui ainda uma visita às instalações do antigo Museu Etnográfico do Congo e à antiga cadeia da PIDE-DGS (Fortim).
Amanhã, está previsto uma deslocação à aldeia de Zonda, onde acontecem as comemorações dos 350 anos da Batalha de Ambuila. No mesmo local, a ministra vai ter um encontro com as autoridades tradicionais.
Diversas actividades já foram realizadas durante a semana para assinalar a efeméride com destaque para a palestra “Batalha de Ambuila  Histórias e Estórias”, realizada no Centro Cultural de Ambuila, proferida pelo docente do Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda (ISCED) Pedro Kiameso. O Dia 18 de Abril de 1982 foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios e aprovado pela UNESCO, com o objectivo de dar visibilidade aos monumentos e sítios (arqueológicos e bairros históricos) mundiais.

Ambuila

O Ministério da Cultura explicou que escolheu o Sítio Histórico da Batalha de Ambuila em reconhecimento a um local de extrema importância para a memória colectiva nacional.
O Sítio Histórico da Batalha de Ambuila (29 de Outubro de 1665) foi um símbolo da resistência à ocupação colonial dos reinos em Angola e, justamente, porque este ano é celebrado o seu 350º aniversário. Actualmente, figuram na Lista do Património, mais de duas centenas de bens classificados em todo o país, destacando-se vários monumentos (de arquitectura militar, civil, e religiosa) zonas e sítios históricos, mitológicos, paisagísticos, culturais, estações arqueológicas e de arte rupestre.
O trabalho de levantamento, identificação, inventário e classificação dos locais históricos angolanos prosseguem, tendo tomado um maior incremento recentemente, com o lançamento pelo Ministério da Cultura, com o concurso da UNESCO e dos Governos Provinciais, de uma “Campanha Nacional para o Levantamento do Património Arquitectónico, Histórico, Cultural e Natural” em todo país.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA