América Latina diz adeus a “Chaves”


3 de Dezembro, 2014

Fotografia: Divulgação |

O célebre comediante mexicano “Chaves”, que durante décadas encantou milhões de pessoas com diversas personagens icónicas, morreu aos 85 anos de ataque cardíaco.

Roberto Gómez Bolaños ficou conhecido por  “Chaves” devido a um jogo de palavras com o nome de Shakespeare, pela sua prolífica produção de argumentos humorísticos e a sua pequena estatura. O actor deixou a sua marca com personagens como “Chapolin Colorado”, “Chespirito” e “Chaves”.
O Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, expressou pesar pelo falecimento no Twitter: “lamento profundamente a morte de Dom Roberto Gómez Bolaños, ‘Chespirito’”.
O jornalista mexicano Joaquín López-Dóriga interrompeu uma entrevista com o secretário do Tesouro Nacional para anunciar a morte do humorista.
O clube mexicano de futebpl América, d qual o comediante era adepto, também se serviu do Twitter para homenagear a memória do artista: “obrigado por encher a vida de alegria, vamos lembrá-lo sempre pelo seu grande coração”.
“Hoje dizemos até logo a um ídolo da América Latina e apaixonado pelo futebol. Obrigado ‘Chespirito’ pela sua alegria”, declarou Miguel Herrera, técnico da selecção do México de futebol.
Os deputados da Assembleia Nacional do Peru interromperam ontem a discussão do Orçamento Geral do Estado para cumprirem um minuto de silêncio em homenagem ao artista.
“Foi para o céu o menino que todos temos dentro de nós”, disse o compositor de origem venezuelana Ricardo Montaner.
Os antigos companheiros de trabalho lembraram o actor com carinho. Édgar Vivar, que interpretou papéis como “Nhonho” e “Sr. Barriga”, lamentou a morte do artista e disse à emissora Televisa, onde Chespirito fez carreira, que “ele deixou só coisas boas, sempre com um sorriso”. “Chiquinha”, a actriz María Antonieta de las Nieves, manteve uma disputa legal por anos contra o comediante pelos direitos da personagem, lembrou os bons momentos. “Obrigado por ter feito tanta gente feliz e os maravilhosos momentos que compartilhamos no grupo. Descanse em paz Roberto”, declarou.
O actor que interpretava o professor Girafales, Rubén Aguirre, também fazia parte deste grupo. “Estou chocado com a perda e uma só vida não basta para reconhecer o seu talento, a sua generosidade e amor por este país”, escreveu no Twitter. No Chile foi feito um minuto de silêncio em memória do actor, enquanto no Brasil a repercussão foi mais expressiva e causou muita comoção e as mais diversas reacções e manifestações na rede social twitter.
Actor, escritor, comediante, dramaturgo, compositor e director de televisão, Roberto Gómez Bolaños ficou conhecido mundialmente pela criação das séries “Chaves”, “El Chapulín Colorado” e “Chespirito”, que ganhou o título de programa número um da televisão humorística do México.
A série “Chaves”, que foi transmitida em Angola, relata as experiências de um grupo de pessoas que moram numa vila, onde a personagem Chaves interage com os  amigos ocasionando mal-entendidos e discussões entre os vizinhos, num tom geralmente cómico.
Desde o início da série, o comediante percebeu que esta era destinada ao público adulto, não ao infantil, apesar de serem adultos a interpretar papel de crianças. O elenco principal é composto por Roberto Bolaños, María Antonieta de las Nieves, Ramón Valdés, Florinda Meza, Carlos Villagrán, Edgar Vivar, Rubén Aguirre, Angelines Fernández, Horacio Gómez e Raúl Padilla.
O sucesso da série foi tal que em 1973, foi difundido em vários países da América Latina, obtendo altos índices de audiência. Estudos indicam que em 1975, foi visto por mais de 350 milhões de telespectadores a cada semana. Devido a popularidade, o elenco realizou uma digressão internacional que compreendeu vários países onde era transmitido na época.
Roberto Gómez Bolaños faleceu em Cancún, onde viveu nos últimos anos, devido à um ataque cardíaco. A notícia foi divulgada pouco tempo depois por dois dos grandes meios de comunicação do México: a CNN México e a Televisa.
O comediante sofria de problemas respiratórios crónicos e tinha mobilidade reduzida.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA