Cultura

Amizade verdadeira é retratada em palco

Roque Silva

O grupo de teatro Protevida apresenta hoje e amanhã, às 19h30, no centro cultural Actos e Cenas, no distrito urbano da Samba, em Luanda, o espectáculo “Entre o kamba e o kumbu”, uma proposta sobre a preservação da amizade.

A comédia escrita e montada por Osvaldo Moreira, foi criada para mostrar o valor da amizade e alertar para alguns relacionamentos permeáveis do dia-a-dia.
O espectáculo retrata a vida de dois amigos de infância que voltam-se a encontrar muitos anos depois. Para espanto de um deles, que era lavador de carros, o outro tornou-se num empresário de sucesso e com família bem constituída.
O lavador de carros descobre a residência do empresário e decide assaltá-lo, mas para  seu espanto, escuta a mulher do antigo amigo a dizer que pretende matá-lo para ficar com a herança.
Essa situação, que se afigura uma das cenas mais escaldantes do espectáculo, acontece  no momento em que o assaltante se encontrava com a mala de dinheiro na mão, ainda no interior da casa.
Ao descobrir que o amor não passa de uma farsa, o lavador de carros fica entre a espada e parede. Aí, não sabe o que fazer, entre ficar calado, ficar com o dinheiro ou contar o que ouviu do amigo.
A história da peça tenta provar que a amizade verdadeira e o amor ao próximo estão acima de qualquer maldade e que a verdade e a justiça tarda, mas não falha.
A companhia de teatro estreia no próximo dia 17, às 17h30, no centro cultural Actos e Cenas, em Luanda, a peça “A quase dama do meu kamba”, que no dia seguinte volta a ser apresentada no mesmo local e à mesma hora.

Tempo

Multimédia