Cultura

Amor e tradição são retratadas em palco

O espectáculo “Cassinda Não Volta Atrás”, clássico do teatro angolano, do grupo Nguizane Tuxicane, é exibido hoje às 20h00, na Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Precol, distrito urbano do Rangel, e amanhã, à mesma hora, no salão Exclusive, na avenida Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy”, em Luanda.

Fotografia: DR

O director artístico do grupo, António Cassoma, disse, ontem, ao Jornal de  Angola, que ao longo dos últimos 20 anos, o espectáculo “Cassinda Não Volta atrás” tem procurado discutir as barreiras entre a tradição e o moderno. O enredo da peça, explica o também encenador, preserva a cultura angolana e incentiva os grupos a apostarem mais em obras com conteúdos que permitam a valorização dos hábitos e culturas locais. O Nguizane Tuxicane foi criado a quatro de Fevereiro de 1995, por um grupo de jovens pertencentes à Paróquia de Nossa Senhora das Graças, afecta à Igreja Católica.

Tempo

Multimédia