"Amor puro" na Centralidade do Kilamba

Manuel Albano |
4 de Dezembro, 2015

Fotografia: Santos Pedro

O drama “Amor puro” sobre a actual falta de entendimento e dedicação nas relações conjugais, é apresentado hoje, amanhã e domingo, às 20h00, na Escola 14 de Abril, na centralidade do Kilamba, em Luanda.

O espectáculo, da Companhia Miragens Teatro, vencedora do Prémio Nacional de Cultura e Artes 2009, é uma iniciativa da Administração da Centralidade do Kilamba e da Companhia de Teatro Pitabel, no âmbito do projecto “Angola 40 anos”.
O encenador do grupo disse que a peça conta a história fictícia da relação conjugal de dois casais, baseada em alguns acontecimentos actuais considerados como a chave da destruição de muitos casamentos em Luanda. José Teixeira “Chetas” explicou que um dos aspectos tidos como chave é a falta de confiança nos relacionamentos. Na peça, adianta, Laurindo, de 27 anos, é levado, por falta de confiança, a contratar um jovem para seguir a sua mulher Vanuza. “É muito comum hoje, entre os jovens casais, existir muito ciúme dos parceiros e pouca auto-estima. É uma mal que aflige a sociedade luandense e precisa de ser estancado”, disse.
“O ciúme de Laurindo era tanto que este chega mesmo a oferecer dinheiro ao jovem para roubar os telemóveis e a agenda da sua mulher só para se certificar quais são as amizades da parceira e os sítios que frequenta”, acrescenta. A Companhia Miragens Teatro, esclareceu, procura também com a peça chamar a atenção do público para a inexistência de diálogo nas relações conjugais e a falta de atenção entre parceiros, na maioria das vezes por razões profissionais. “Muitos casais apontam as horas de trabalho como as causas que os levam a terem pouco tempo para falarem sobre as suas relações.”
O Miragens Teatro tem no seu repertório as peças “Louco por Mulheres”, “Trajecto Difícil”, “Encontro com a História: Neto Presente” e “Rostos de Loanda a Luanda”. Criado em 1995, no bairro Rangel, a companhia aposta mais no teatro de intervenção social. O grupo já foi o vencedor do Prémio Cidade de Luanda e do Festival Nacional de Teatro, em 1999 e 2001, respectivamente. A internacionalização começou em 2006, com um convite para o Festival de Teatro de Mindelo, em Cabo Verde.
No âmbito das actividades do projecto “Angola 40 Anos”, o colectivo Oásis, da Força Aérea Nacional, é o próximo grupo convidado a exibir o espectáculo, “Galinha do Mato”, interpretado apenas por mulheres, nos dias 11, 12 e 13, às 20h00, no mesmo local. O programa prevê ainda a apresentação no mesmo espaço e horas, nos dias 18, 19 e 20, da peça “A grande questão”, do Enigma Teatro, que encerra a temporada de teatro. No último dia de actividade, é também exibido, às 16h00, o espectáculo de teatro “O Rei Leão”, uma adaptação do filme de Walt Disney.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA