Cultura

Ângelo Reis lança CD de poesia musicada

O disco compacto de poesia musicada, da autoria de Ângelo Reis, foi apresentado na quarta-feira, na sede da Fundação Arte e Cultura, em Luanda, na presença de artistas e amantes de literatura.

A obra é baseada nos livros de poemas intitulados “Um dia depois de amanhã” e “Memórias de Agostinho Neto”, lançados em simultâneo, com uma tiragem de mil exemplares impressos, do também conhecido como “Poeta dos pés descalços”.
Em declarações à Angop, o autor disse que os poemas foram compilados durante dez anos, dando origem a “Um dia depois de amanhã”, sendo que as “Memórias de Agostinho Neto” constam de um projecto denominado “Kalunga”, visando reavivar a memória do nacionalista angolano. Ângelo Reis apelou às pessoas para gostarem de poesia, tendo considerado infinito o conhecimento adquirido dela, sobretudo por meio da leitura.
Quer os discos, quer os livros estão a ser comercializados ao preço de mil kwanzas cada.
Ângelo Reis escreve há cerca de 20 anos, tem um livro escrito e três compactos discos de poesia.
Angêlo Reis nasceu em Luanda, em 1978, no seio de uma família de artistas (tia-avó artista plástica e pai poeta e declamador).
Desde cedo demonstrou tendência e inspiração para o mundo das artes, tendo integrado um grupo de música RAP, em finais da década de 80.É co-fundador do Movimento Lev’Arte. Em 2007, juntamente com Kussi Bernardo (Kardo Bestilo), desenvolve o Projecto Misturas.

Tempo

Multimédia