Cultura

Angola e Cabo Verde analisam cooperação

O reforço da cooperação bilateral nos mais variados domínios preencheu a agenda do encontro realizado no sábado, em Luanda, entre a secretária de Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, e o ministro da Cultura de Cabo Verde, Abraão Vicente.

Ministro diz que Cabo Verde quer passar experiência a Angola
Fotografia: Cedida

Durante o encontro, as duas entidades afloraram questões relativas ao património cultural, com ênfase para os projectos de inscrição do Memorial do Cuito Cuanavale, o Corredor do Kwanza e o Complexo das Pinturas Rupestres de Tchitundo Hulo na lista do Património Mundial.
Maria da Piedade de Jesus fez referência à experiência de Cabo Verde neste domínio, considerando importante o apoio deste país para que Angola possa, mais uma vez, ver incluídos na lista da Unesco como património mundial bens de valor incalculável na História angolana. Na vertente das indústrias culturais, Abraão Vicente manifestou total disponibilidade para passar a experiência do seu país a Angola.
O governante de Cabo Verde afirmou que o seu país pode prestar ajuda, com a sua experiência, em acções destinadas ao fomento, promoção, preservação e valorização dos bens culturais angolanos, principalmente nas vertentes do artesanato, literatura, música e moda.
O ministro cabo-verdiano mencionou os projectos promovidos pelo Executivo no tocante à promoção do livro e da leitura, com a edição de clássicos da literatura cabo-verdiana, tendo em vista o fomento do gosto pela leitura, bem como alguns incentivos destinados aos criadores e editoras.
Abraão Vicente, também escritor e artista plástico, pediu a Angola para integrar o projecto de candidatura do Campo de Concentração de Tarrafal a património mundial da Humanidade da Unesco, por estar directamente ligado ao processo da luta da Independência Nacional.

Tempo

Multimédia