Cultura

Angola e Unesco celebram Acordo para Bienal da Paz

A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, assinou ontem, com o director-geral adjunto da UNESCO, Firmin Matoko, na sede da Organização, em Paris, o Acordo sobre a realização da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano da Cultura da Paz em África.

Carolina Cerqueira e Firmin Matoko rubricaram o acordo
Fotografia: DR

Uma nota de imprensa do Ministério da Cultura indica que o Acordo prevê a realização da Bienal da Paz em Setembro de 2019 e consagra as tarefas que a UNESCO e o Executivo vão desenvolver para a realização do evento, cuja primeira e segunda edições estão previstas para serem realizadas em Angola.
O director-geral adjunto da UNESCO afirmou que a assinatura do acordo reforça a parceria de Angola para a implementação do projecto da Bienal da Paz de Luanda.
Segundo a nota, a ministra da Cultura realçou a necessidade da criação de pontes entre os países africanos para o esforço conjunto do desenvolvimento do continente.
O Acordo assinado pela ministra da Cultura de acordo com os Plenos Poderes delegados pelo Presidente da República, será submetido para o agendamento na próxima cimeira da União Africana.
O acto de assinatura, se-gundo a nota de imprensa,  contou com a presença do representante de Angola Junto da Missão Permanente de Angola da UNESCO, embaixador Diekumpuna Sita José, do secretário do Presidente da República para os Quadros, Edson Barreto, director adjunto do Bureau de Planeamento Estratégico, Mohamed Djelid, chefe de Secção de Parcerias com os Estados Membros, Jessica Jeavons, representante
do Secretariado Nacional da UNESCO em Angola, Nicolau Bubuzi e outros altos funcionários do Ministério da Cultura, das Relações Exteriores e da UNESCO.

Tempo

Multimédia