Angola nos olhos do mundo


29 de Março, 2015

Fotografia: Divulgação

Uma mostra intitulada “A República de Angola apresenta-se!” está patente até 12 de Abril, em Roma, no Aeroporto Internacional “Leonardo da Vinci”. A exposição foi inaugurada pela comissária-geral de Angola para a "Expo 2015".

Albina Assis Africano disse que a exposição, que se enquadra na iniciativa “Roma rumo à Expo”, revela os atractivos que Angola vai levar a uma das maiores exposições universais de sempre, a Expo de Milão, de 1 de Maio a 31 de Outubro.
“Angola quer aproveitar esta primeira mostra no Aeroporto Internacional Leonardo da Vinci para antecipar uma exposição apelativa, não apenas aos olhos do mundo, mas também dos investidores que ficam mais elucidados e atraídos pelo potencial de investimento e de negócio que o país oferece.”
Albina Assis referiu que o país reforça as iniciativas para a diversificação da economia e a redução da sua dependência do petróleo e do sector extractivo em geral. A comissária-geral observou que agora, num ambiente de paz e sem minas terrestres implantadas, Angola tem condições naturais de regressar rapidamente a níveis recordes de produção agrícola.
O país vai expor os enormes recursos renováveis que tem nos sectores da agricultura, pecuária, pescas, energia e indústria de transformação, embalado pelo clima de paz que permite trabalhar os mais de 58 milhões de hectares de solos cultiváveis e de pasto. A exposição mostra um acervo de imagens, a cultura tradicional, ideias de negócios e projectos que reflectem a ânsia de atingir uma forte expressão agrícola e pecuária, factos que permitem a melhoria alimentar do país e da nutrição dos seus mais de 24 milhões de habitantes, partindo da  agricultura.
A antecipação da Expo 2015 serve  para Angola mostrar o conteúdo temático que vai expor na feira de Milão, que este ano tem como lema “Alimentar o Planeta, Energia Para a Vida”. O embaixador de Angola na Itália, Florêncio de Almeida, disse que o país vai marcar presença na Expo Milão 2015 com o maior pavilhão individual de um país africano, com o subtema “Alimentação e Cultura: Educar para Inovar”.
O diplomata angolano espera que a mostra desperte a curiosidade do público sobre as potencialidades de Angola.
O representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Itália, Aléssio Liquori, afirmou que o seu país se orgulha  da participação de Angola na Expo Milão 2015, ao construir o maior pavilhão africano. Aludindo às excelentes relações entre os dois países, o diplomata italiano considera Angola um país importante com um forte crescimento.
O representante dos aeroportos de Roma, Marco Gobbi, que agradeceu a participação de Angola neste espaço, notou que o Aeroporto Internacional de Roma “Leonardo da Vinci” é um lugar adequado para a promoção cultural, devido ao grande tráfego de passageiros. Em 2014, por exemplo, registou um movimento de 38 milhões de passageiros, dos quais 20.000 de Itália para Angola.
O pavilhão de Angola tem cerca de 2.800 metros quadrados de espaço expositivo.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA