Anselmo canta na Câmara de Lisboa

Roque Silva
26 de Fevereiro, 2016

Fotografia: Dombele Bernardo

Anselmo Ralph é o único  angolano convidado para actuar no concerto de tomada de posse do novo Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, a realizar-se a 9 de Março, na Câmara Municipal de Lisboa.

A informação, avançada   pela imprensa portuguesa, foi confirmada ontem ao Jornal de Angola pelo promotor de espectáculos Zahir Assanali, administrador do Grupo Chiado, agência responsável pelas digressões de Anselmo Ralph a Portugal desde 2011.
O   músico angolano participa no espectáculo dedicado à juventude, para o qual leva um repertório com temas dançantes e que transmitam alegria ao público.
O concerto, com início marcado para as 21h00 de Angola, inclui actuações dos músicos portugueses Pedro Abrunhosa, Mariza, Diogo Piçarra, Paulo de Carvalho, HMB e José Cid, vencedor da edição 2015 do Prémio Pedro Osório, instituído pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).
O espectáculo encerra um conjunto de actividades agendadas para marcar a tomada de posse do quinto Presidente de Portugal eleito por sufrágio universal.

Disco badalado

O quinto álbum de originais de Anselmo Ralph continua um mistério para os admiradores do seu trabalho, que aguardam de forma ávida e já comentam nas redes sociais. O lançamento do CD, com o título “After Party”, foi anunciado para Setembro e Outubro de 2015, em Angola e no estrangeiro, pela sua equipa de produção e até a data há um silêncio. Anselmo Ralph continua a gravar, no qual se destaca a canção “O teu crime é só um”, um gueto zouk. Na data do anúncio, em Agosto, a produção do artista revelou que o CD serve para celebrar os dez anos de carreira do músico e que o repertório traz mais de dez temas, com ritmos badalados, em que predominam o r&b e a kizomba.
Landrick participa vocalmente e a co-produção musical é de Nelson Klassik, responsável por êxitos como “Não me toca”, “Curtição” e “Única Mulher”.

Músico internacional

Anselmo Ralph é um dos músicos angolanos mais internacionalizados, devido às constantes digressões e a sua residência artística no exterior, sobretudo no continente europeu onde fica por vários meses.
Assinou, no ano passado, um contrato com a multinacional Sony Music para edição e distribuição do seu último álbum “A dor do Cupido” (CD e DVD).
Um documentário que conta a sua vida e os dez anos de carreira, intitulado “Vontade de Vencer”, foi lançado em Setembro de 2015, nas principais salas de cinema de Angola e Portugal. A longa-metragem, realizada pelo cineasta português André Banza, uma co-produção da Até ao Fim do Mundo, Semba Comunicação e Bom Som, retrata a trajectória musical e um pouco da sua vida pessoal, e mostra alguns aspectos que   levaram Anselmo Ralph a dedicar-se a música.
O documentário junta cenas gravadas nos bastidores em mais de 80 concertos, numa digressão realizada entre 2014 e 2015, e traz testemunhos nunca revelados de familiares e declarações de músicos com quem trabalhou e também de jornalistas que o acompanharam ao longo do seu percurso.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA