António Panguila reúne poemas de amor

Francisco Pedro
21 de Novembro, 2014

Fotografia: Paulino Damião

“Amor no Meio do teu Mar” é o título da antologia de poesia, compilada por António Panguila, que é apresentada hoje, às 18h00, na União dos Escritores Angolanos, em Luanda.

Os textos, disse o autor da antologia ao Jornal de Angola, realçam o erotismo e o amor e são de 19 autores angolanos. Um dos propósitos para compilar a antologia, conta, foi enaltecer a sensualidade, física e espiritual, da mulher.
A ser apresentada pela professora de Literatura Antónia Domingos, o livro serve, disse o escritor, para contar as experiências amorosas, ilusões e desilusões dos poetas, em tempo de Paz. “É importante despertar e divulgar essa componente da literatura que vem desde a Grécia Antiga.”
Entre os autores seleccionados constam Adriano Botelho de Vasconcelos, Akiz Neto, Amélia Dalomba, António Gonçalves, Carlos Ferreira, Conceição Cristóvão, Conceição Neto, Chia KMK, David Capelenguela, Fernando Kafukeno, Isabel Ferreira, João Maimona, João Melo, João Tala, José Luís Mendonça, Lopito Feijó, Manuel Rui, Paula Tavares e Trajano Nankhova Trajano. O livro, impresso no Brasil, num total de mil exemplares, é o quarto título de António Panguila, depois de “Vento do Parto” (poesia), “Amor Mendigo” (poesia), distinguida com o Prémio de Literatura Cidade de Luanda, em 1996, “Agostinho Neto: Libertador e Homem de Cultura” (ensaio) e “Corpo Molhado de Prazer” (poesia).
No prelo, António Panguila tem o ensaio “A Dimensão Psico-social e Erótica da Narrativa de Penelas Santana”. Para o escritor, os livros de poesia aumentaram e há melhores condições de publicação comparando com as décadas anteriores, e os textos são mais realistas ao contrário do simbolismo que marcou a poesia do Século XX. “Existe uma geração que emergiu a partir de 2000, que produz textos com pendor mais realista quer na prosa como na poesia e está no bom caminho.”
O escritor recordou que a produção literária de 1940 até 1970 dava muita ênfase ao engajamento ideológico e político, para despertar as pessoas para a luta colonial. Na época, destaca, a poesia erótica era reduzida por causa do momento. António Panguila criticou os colegas que denigrem o trabalho dos mais jovens e apelou para uma maior colaboração com a nova geração de autores.
“Amor no Meio do teu Mar” pertence à colecção Guaches da Vida, da União dos Escritores Angolanos. Poeta e jornalista, António Panguila nasceu em 1963, em Luanda, e passou a sua infância na Quibala, Cuanza-Sul.
A sua formação académica na área de História abriu-lhe as portas da docência no Ensino Secundário. Integrou o colectivo literário Ohandanji, formado por um grupo de jovens poetas, que começaram por publicar textos no suplemento “Vida & Cultura”, do Jornal de Angola e na gazeta “Lavra e Oficina”, da União dos Escritores Angolanos. 
O escritor foi secretário para a organização da Brigada Jovem de Literatura de Luanda. É membro da UEA, desde 1995, onde foi secretário para as actividades culturais.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA