Apresentado Pavilhão de Angola na exposição universal


6 de Outubro, 2014

Fotografia: Eduardo Pedro

A Comissão Interministerial de Angola para a EXPO Milano 2015 procedeu no sábado à apresentação pública do Pavilhão de Angola, no complexo Expo Gate, em Milão, Itália.

Durante o acto de apresentação do espaço, a comissária do Pavilhão de Angola nesta exposição universal, Albina Assis Africano, falou das razões que levaram o país a escolher como tema central da sua participação o subtema “Alimentação e Cultura: Educar para Inovar”, e deu a conhecer as directivas gerais que caracterizam aquele que é o maior pavilhão de Angola alguma vez construído de raiz.
O espaço tem, aproximadamente, três mil metros quadrados de superfície, assente num conceito consubstanciado num modelo expositivo, informativo e interactivo, conjugado com uma diversidade de informações de índole económica, agrícola, industrial, cultural, social, gastronómica, entre outros, respeitantes a uma Angola jovem e em permanente reconstrução.
Neste certame mundial, Angola está perante uma oportunidade única de relançar e cativar as bases do tecido produtivo, de uma forma sustentável, através do recurso a modernas infra-estruturas e tecnologias, assentes em ferramentas primordiais, como a educação e a inovação.
Albina Assis Africano afirmou que a participação de Angola nesta edição, com o maior pavilhão de África, é uma prova mais que evidente do progresso e desenvolvimento que o país está a viver nos domínios cultural, económico, social e político, desde o alcance da paz em 2002.
“A exposição universal de Milão constitui, sem sombra de dúvidas, uma tribuna privilegiada para Angola mostrar as suas potencialidades naturais, técnicas e culturais ao mundo, e ao mesmo tempo interagir com outras culturas e povos do planeta”, disse a comissária.
A participação de Angola, salientou a comissária, em certames internacionais com prestígio e a dimensão de uma Expo tem-se revelado de extrema importância, pois “permite-nos dar a conhecer ao Mundo a nossa cultura, tradições, a nossa realidade económica e potencialidades, constituindo assim uma missão empreendedora e de responsabilidade, face a algum desconhecimento, ainda existente, relativamente ao nosso país”.
Albina Assis Africano agradeceu o apoio directo do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, assim como de todo o empenho do Executivo, através dos membros presentes na Comissão Interministerial para a Expo Milano 2015. O país escolheu para o seu pavilhão o subtema “Alimentação e Cultura: Educar para Inovar”, o que vai permitir uma introspecção alargada e abrangente sobre a nossa cultura, que é a nossa alma, a nossa riqueza gastronómica, paisagística e todos os demais sectores que caracterizam Angola no seu todo, explicou.
O tema geral da Expo, “Alimentar o Planeta, Energia para a Vida”, reflecte uma grande preocupação, a necessidade de uma unidade sólida a nível mundial para repensar a situação de milhões de seres humanos que lutam contra a fome e a pobreza.
A Expo Milano 2015 vai decorrer de 1 de Maio a 31 de Outubro do próximo ano, na cidade italiana de  Milão, com a participação de 144 países e três organizações internacionais.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA