Cultura

Aretha Franklin recebe a última homenagem

Osvaldo Gonçalves

O funeral de Aretha Franklin, a “rainha do soul”, falecida no passado dia 16 do corrente, vítima de cancro no pâncreas, está marcado para hoje, em Detroit, cidade onde a cantora cresceu. Na última terça-feira, milhares de fãs de Aretha Franklin deslocaram-se ao Museu de História Afro-Americana Charles H. Wright, na mesma cidade, para lhe prestar a última homenagem.

Funeral de Aretha Franklin realiza-se hoje na cidade de Detroit
Fotografia: DR

O corpo de Aretha será enterrado no cemitério Woodlawn, após um funeral, pela manhã, no Greater Grace Temple, mas a participação nesse momento do tributo é limitada a familiares e amigos. O caixão deve ser enterrado junto com os restos mortais do pai, o reverendo C.L. Franklin, do irmão, Cecil Franklin, e das irmãs Carolyn e Erma Franklin.
A morte da cantora, aos 76 anos de idade, comoveu o Mundo. Aretha Louise Franklin nasceu a 25 de Março de 1942, em Memphis, mas foi criada em Detroit, Michigan. Apesar de todo o sucesso que teve ao longo da carreira, ela reuniu apenas dois singles no primeiro lugar na lista dos mais vendidos dos Estados Unidos: “Respect”, na década de 60 (a sua canção mais conhecida) e “I Knew You Were Waiting (For Me)”, um dueto com George Michael.
Vários singles da cantora ficaram entre os 20 mais vendidos, como “Think”, “I Say a Little Prayer”, “Until You Come Back to Me”, “Chain of Fools”, “(Sweet, Sweet Baby) Since You’ve Been Gone”, “Call Me”, “Ain't No Way”, “Don’t Play That Song (For Me)” e “Freeway of Love”, entre outros.
Com 10 anos apenas, começou a cantar na igreja do pai e torna-se tão conhecida ao ponto de ser apelidada de “a voz de um milhão de dólares” e a sua casa receber constantemente a visita de “celebridades”. Nomes importantes da músca gospel, como Mahalia Jackson, Dinah Washington e James Cleverland, e do soul, como Sam Cooke e Jackie Wilson, passam a frequentar e tornam-se grandes influências para a jovem Aretha.
Foi com o apoio do pai que Aretha deu os primeiros passos na indústria musical. Em 1956, gravou o seu primeiro álbum, “Songs of Faith”, no estilo gospel. O disco foi lançado quando ela tinha apenas 14 anos. Mais tarde, Aretha foi para Nova Iorque, onde gravou uma “demo” com duas canções, a qual foi distribuída para várias gravadoras da cidade. Em 1961, assinou um acordo com a Columbia Records e passou a trabalhar com o renomado produtor John Hammonf, responsável por grandes nomes do jazz, como Billie Holliday e Count Basie.
A tentar conter as lágrimas, Wonder revelou ter pedido a Aretha que cumprimentasse a sua irmã caçula, Renee Hardaway, falecida este ano.

Tempo

Multimédia