Arquivo

Filtrar por Data

Casa de Cultura Brasil-Angola dá cursos de língua portuguesa

A Casa de Cultura Brasil-Angola recebe em média 35 a 40 visitantes por dia, tem cursos de língua portuguesa e sala de Internet.
Tessa Pisconti, directora da Casa de Cultura Brasil-Angola, a propósito do projecto “Sopa de Letrinhas” que vai ser lançado hoje, disse ao nosso jornal que, dos 3.127 livros que a instituição possui, 80 por cento são de autores brasileiros, porque o objectivo da casa é promover a literatura brasileira, a língua portuguesa e a relação bilateral entre os dois países.

Tempo

Multimédia