Arte de Kandinsky chega ao Brasil


16 de Novembro, 2014

Fotografia: Divulgação

Brasília recebe até 12 de Janeiro uma exposição de obras do artista russo Vassily Kandinsky, considerado por muitos como o pai do abstraccionismo, que abrange desde a sua experiência com a cultura siberiana até à sua imersão lírica na escola alemã.

Com direito a uma sala de imersão sensorial interactiva, a mostra “Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto” é composta por 130 obras do artista russo, que no século XIX trocou a sua paixão pelo Direito quando conheceu o trabalho de Claude Monet e outros impressionistas.
Kandinsky (1866-1944) nasceu em Moscovo, mas a sua família era da Sibéria, região que percorreu durante a juventude e serviu de inspiração para as suas primeiras obras. O artista recusou uma vaga de professor na Universidade de Tartu, na Estónia, para se dedicar totalmente à arte. “Normalmente, as exposições de Kandinsky limitam-se à sua fase abstracta, mas mostram pouco sobre os seus trabalhos anteriores”, disse a curadora Evgenia Petrova.
Petrova referiu-se à imersão do artista na cultura siberiana, que na exposição foi ilustrada com fotografias antigas e diversos objectos elaborados por artesãos do século XIX, que incluem obras e escritos de xamãs russos.
A viagem pela obra de Vassily Kandisnky continua com a sua maior façanha, as suas primeiras experiências com o abstracto e a descrição de cores que começou a explorar na Rússia. A plenitude foi alcançada na Alemanha, onde buscou oxigénio devido às limitações impostas pela revolução bolchevique.
A primeira fase abstracta é representada em Brasília por algumas telas emblemáticas, como “Improvisação nº 11”, de 1910, e “Em branco”, de 1920. As obras expostas em Brasília pertencem ao Museu Estatal Russo de São Petersburgo e a outras sete instituições russas, assim como a colecções de museus da Alemanha, Áustria, Inglaterra e França.
O valor das peças expostas exigiu dos organizadores a contratação de um seguro de 350 milhões de reais.
Esta é primeira exposição totalmente dedicada ao artista russo Vassily Kandinsky na América Latina e vai estar aberta até 12 de Janeiro, quando vai ser levada ao Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Em Abril, vai ser exposta em Belo Horizonte e em Junho vai chegar a São Paulo, onde permanece até Novembro de 2015.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA