Artista Guilherme Mampuya expõe no Pavilhão de Angola


10 de Junho, 2015

Fotografia: DR

Uma exposição individual do artista plástico Guilherme Mampuya está patente até domingo, no salão de exposição do Pavilhão de Angola na Expo 2015.

Durante dez dias, o pintor expõe um conjunto de cinco pinturas, que retratam as preocupações sociais em relação à nutrição mental e o diálogo estético entre as cincos telas instiga educar o Homem para se perceber a importância dos bons alimentos, assim como a sua produção, pois isso leva-o a racionalizar o consumo.
O curador da exposição escreve no catálogo que a metáfora das figuras humanas multicoloridas, da mulher sobretudo, ilustra alguns detalhes do pintor: “O cuidado alimentar e a importância educacional na infância, o lugar da mulher na produção e racionalização do alimento e o ciclo da vida (infância, juventude e velhice) tem como base da felicidade humana a nutrição alimentar e cognoscitiva”.
Patrício Batsîkama refere que o pintor ilustra o cuidado alimentar com os títulos dos quadros expostos. “O fundo estético cuja tonalidade expõe a multi-temporalidade que impõe a consolidação da Paz em Ango”a através da "Cultura de Paz”. A valorização dos valores endógenos - quer na identificação dos alimentos, quer na preferência de engenharia - centraliza o discurso estético do pintor. A diversidade etnolinguística e racial de Angola é expressa nessa tonalidade policromática como uma riqueza que os angolanos podem melhor desenvolver para proporcionar a felicidade comum”.
Guilherme Mampuya Wola nasceu a 4 de Novembro de 1974 na província do Uíge. Em 2002, frequentou o curso de pintura Básica no Atelier de pintura Avelino Kenga e em 2005, o de pintura de retratos no Atelier de pintura Honesto Nkulu, ambos em Luanda. Já promoveu e participou de exposições individuais e colectivas.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA