Cultura

Artista plástico expõe “Papéis”

O artista plástico Hildebrando de Melo promove a partir do dia 29 deste mês, no Memorial Dr. António Agostinho Neto (MAAN), em Luanda, um conjunto de obras na exposição “Papéis”, resultante de aproximadamente 20 anos de trabalho do artista em suporte de papel.

Criações de Hildedrando de Melo são expostas
Fotografia: Edições Novembro

O artista diz que a estética inerente a este percurso de trabalho resultante da prática de labor artístico levou-o a descobrir uma nova forma de abordagem dentro da "collage - assemblage"    que pressupõe conseguir ultrapassar os limites do plano, quebrando as barreiras do limite que impõe a  pintura, espoletando uma fusão da pintura com a escultura.
“Daí as formas predominastes da pintura terem saído e ganho uma forma tridimensional. Já que foi com o estudo destas obras em papel que desenvolvi também a minha pintura e cheguei ao estado de escultura que me encontro agora, num sentido de profundo na questão:  É como uma luta de dois campos opostos, consubstanciado um; no outro,  aonde os mesmos se digladiam entre si”, reforçou o artista.
Hildebrando de Melo nasceu no Bailundo, Huambo e estudou pintura na Associação das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão, Portugal. É vencedor do concurso Ensarte 2004, na categoria juventude, do concurso Sona “Desenhos na Areia”, Luanda, e tem a distinção Angola 30º, como artista do ano no campo das artes visuais.

Tempo

Multimédia