Artistas angolanos fortalecem cooperação


30 de Agosto, 2015

Fotografia: Domingos Cadência

A cooperação entre Angola e o Brasil ganhou uma nova dimensão com a assinatura de um acordo de cooperação entre os dois países, que inclui iniciativas de formação.

Para assinar o acordo, uma delegação da União Nacional dos Artistas e Compositores – Sociedade de Autores, (UNAC-SA), liderada pelo seu presidente, Arnaldo Calado, foi ao Brasil a convite da Associação Brasileira de Músicos e Artes (Abramús).
A formação, informou Dom Caetano, membro da direcção da UNAC, que esteve na cerimónia, esteve na agenda, por incluir a ida ao Brasil de artistas ou quadros ligados à instituição, ou a vinda ao país de especialistas brasileiros, com vista à transmissão de conhecimentos sobre a gestão de direitos de autor e conexos.
A gestão dos direitos das obras de artistas angolanos, disse o músico, inclui também outros países da América Latina, como o Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile e Argentina.
O debate sobre estes direitos, explicou, foi muito abrangente porque incluiu os direitos conexos, que são os de intérpretes, orquestradores e outros acompanhantes que façam parte da autoria da produção de uma obra musical. O presidente da UNAC-SA anunciou uma deslocação aos Estados Unidos da América, México, Canadá e Cuba, “uma vez que já receberam garantias de apoios dos países europeus, num acordo assinado com a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA). Arnaldo Calado lamentou que este projecto não seja ainda abrangente ao países árabes, devido a alguns problemas de carácter financeiro da instituição. “Porém, assim que todas as condições forem criadas este é o passo seguinte”, garantiu. A delegação, que trabalhou durante uma semana no Brasil, regressou terça-feira ao país e prometeu actuar com celeridade na implementação dos acordos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA