Cultura

Artistas de várias gerações prestaram tributo a Neto

Com um reportório de mú-sicas e poemas extraído das obras literárias de Agostinho Neto, poetas e músicos da nova e velha geração renderam ho-enagem ao herói nacional, na segunda-feira, em Luanda.

Fotografia: DR

Acompanhados pela Banda Maravilha, abriu a gala o grupo coral Adoradores de Cristo com os temas “Agostinho Neto” e  “A vida” e o declamar da poesia “O contratado” e  “Adeus à hora da largada” pela voz dos poetas Márcio Batalha e Ângelo Reis.  Estiveram  presentes Toty Sa’Med, Selda e Celso Mambo para interpretar os temas “Para enfeitar os seus cabelos”, “Meia noite na quitanda”, “Renúncia” e “Ngandala”.
De forma  também homenagear Agostinho Neto, Mirol, Tabonta e Clara Monteiro su-biram ao palco para interpretar temas como “A independência está chegando”, “Welele Neto”, Neto poeta” e “AngolaTropical”, que mereceram da plateia fortes aplausos.
Mito Gaspar prestou tributo ao interpretar os temas “Havemos de voltar” e “Eme”,   que lhe valeram colossos aplausos do público.

Tempo

Multimédia