Cultura

Associação apresenta hoje projecto Quinta é no Teatro

Um projecto de âmbito nacional denominado Quinta é no Teatro é apresentado, hoje, às 11h00, no Hotel Alvalade, em Luanda, pela Associação Angolana de Teatro (AAT), com objectivo de massificar e promover o teatro em todas as províncias.

Associação Angolana de Teatro lança em Luanda um novo projecto para auto-sustento
Fotografia: Edições Novembro

O projecto tem ainda a finalidade de unir todos os grupos do país, tendo a quin-ta-feira como dia da semana para sessões de teatro com actuações de grupos de  referência histórica, contribuindo para o auto-sustento da AAT, de acordo com o presidente da Comissão Directiva, Adelino Caracol.
A actividade, que visa assinalar o 27 de Março, Dia Mundial do Teatro, vai servir para a divulgação da mensagem nacional sobre a efeméride, e haverá um momento cultural, que antecede o discurso da ministra da Cultura, Carolina Cerqueira. O presidente da direcção da AAT, Adelino Caracol, informou que Luan-da tem mais de 150 grupos, e que os membros da AAT não pagam quotas, facto que im-pede o bom funcionamento da associação.
Além das mensagens, o representante do Cuanza-Sul vai apresentar dados estatísticos da província, bem como vai ser divulgada a mensagem  do Instituto Internacional do Teatro.
Quinta-feira, às 17 h00, no Instituto Camões, no Auditório Pepetela, vão ser realizados  dois seminários sob os temas “Produções artística”, com entrada livre, tendo como prelector Gilberto Mendes, no primeiro painel. Ainda para o mesmo dia, às 18h00, para o segundo painel, a AAT tem como tema “A importância da luz no espectáculo teatral”, com o prelector António Cali, técnico de luz e produtor de televisão, há mais de dez anos.
As actividades têm como objectivos mostrar os fazedores das artes cénicas no país, assim como também dar mais instruções aos produtores de maneira a efectuarem bons espectáculos, como também mostrar a importância da luz como elemento cénico de relevância técnica para a produção de um espectáculo de teatro.
Sábado, na Liga Africana, a associação vai promover um encontro, às 10h00,  com a participação de actores, técnicos, encenadores, dramaturgos e amigos do teatro com a finalidade de analisarem o estado actual do teatro, cuja preocupação são as escassas de salas no país.
Ainda para marcar os festejos do Dia Mundial do Teatro, o grupo Protevida realiza de 2 a 15 de Abril, o Festipaz, um dos mais consagrados festivais de teatro do país, com a comparticipação de mais de 10 grupos de Luanda.
Para o dia 8 de Abril, o grupo Henriques Artes entra em cena, às 20h45, na LAASP, com “Hotel Comarca”, o grupo Conjuntura D’artes apresenta, sábado e domingo, às 20h00,  “O espírito do meu marido” e “Amor e ódio”. O espectáculo tem como convidados os humoristas Gilmário Vemba, dos Tuneza e Wazemba.
ODia Mundial do Teatro  foi instituído pelo Instituto Internacional do Teatro em 1961. A primeira mensagem internacional do Dia Mundial do Teatro foi escrita por Jean Cocteau, na França, em 1962.

Grupos de teatro

O Centro Cultural do Lubango, na província da Huíla, alberga sessões de teatro a partir de sexta-feira, para saudar o 27 de Março, com a participação de 15grupos.
Os espectáculos vão decorrer sob o lema “O teatro é vida e é um veículo de comunicação na sociedade”.
O director do gabinete provincial da Cultura da Huíla, Pedro Mussunda, informou que vão participar grupos residentes nos municípios do Lubango, Chibia, Humpata e do Cacula.
Os grupos vão apresentar peças de 30 a 45 minutos, cujos títulos não revelou, mas que de forma geral, ressaltam o resgate dos valores cívicos, morais e culturais, bem como apelarão para a importância da manutenção da paz e da democracia.
Referiu que o programa de actividades em torno da data teve início dia 21, por altura da celebração do Dia Internacional da Poesia, com declamação de poesia, no jardim da Sé Catedral, e defronte à direcção local do Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM). Realizaram-se, também, uma palestra sobre a poesia, debate radiofónico sobre o papel do teatro na consolidação da paz, bem como uma visita à província do Cuando Cuban-go, no âmbito de um intercâmbio cultural com os grupos teatrais entre as duas províncias. Existen na Huíla mais de 30 grupos teatrais.

Tempo

Multimédia