Cultura

Associação Provincial do Carnaval precisa de 14 milhões de kwanzas

Venâncio Víctor

A Associação Provincial do Carnaval de Malanje necessita de 14 milhõesde kwanzas para a realização condigna do Entrudo, em 2019.

Fotografia: Edições Novembro

Segundo o presidente da associação, Quimuanga Artur, 750 mil kwanzas disponibilizados na edição passada, não foi suficiente. Para 2019, já estão inscritos 15 grupos, para as duas classes: infantil e adulto.
Para o responsável, o Carnaval anteriormente não passava de uma diversão, hoje as exigências são cada vez maiores, devido à atribuição de prémios. “Antes, as pessoas participavam com uma simples indumentária, actualmente há  exigências que se impõem em função do  regulamento, como é o caso da corte,  que pode custar 50 mil kwanzas”.  Considerou irrisórios o montante financeiro atribuído aos grupos vencedores, que não ultrapassa 50 mil kwanzas, para ela assemelha-se a uma brincadeira comparando com o valor gasto para organizar o Entrudo. Apesar de os aspectos financeiros, referiu ser necessário ganhar experiência dos adultos, para que o Carnaval tenha um cariz mais tradicional.

Tempo

Multimédia