Aulas de dança na Marginal de Luanda

Manuel Albano |
6 de Dezembro, 2014

Fotografia: Cedida pela bailarina

“Uma grande aula de dança ao ar livre” é o título do projecto cultural da coreógrafa e bailarina internacional Bernardeth Mabungo, a ser realizado no dia 13, às 18h00, na Marginal de Luanda, envolvendo três estilos de dança durante hora e meia de actividade física.

A coreógrafa disse ontem ao Jornal de Angola que a intenção é mostrar à sociedade a importância de exercícios físicos, por meio da dança, que pode trazer benefícios para a saúde humana.
A dança também pode ajudar a reduzir peso, queimar calorias, proporcionar bem-estar à mente, melhorar a condição física e aumentar a auto-estima das pessoas, assim como reduzir o stress do dia-a-dia.
O objectivo, realçou, é permitir que as pessoas optem por outro estilo de vida. “Vou ensinar vários estilos de dança, entre tradicionais, kizomba, kuduro e afrohouse. A Marginal é o local perfeito porque o cenário é convidativo e quero que todos os estratos sociais participem na actividade”, disse.   
Bernardeth Mabungo informou que há cinco anos tem vários convites de trabalho para ensinar as danças kizomba, semba, tradicional, kuduro e afrohouse, em Portugal, França, Alemanha, Suíça, Dinamarca, Holanda, República Checa e Espanha.
Na Europa, tem aproveitado os convites para participar em festivais de kizomba, tendo aproveitado essas ocasiões para dar aulas a cidadãos de várias nacionalidades. “À sexta-feira, sábado e domingo aproveito para ensinar as bases sobre as danças africanas e à noite participo nos festivais como bailarina.”
Bernardeth Mabungo considera-se profissional porque consegue viver da dança. “Tenho muito orgulho em ser bailarina, por ajudar a elevar bem alto o nome do país em várias partes do mundo”, disse.
“Já se faz muito no país em prol da divulgação e preservação dos ritmos tradicionais angolanos, mas é importante continuarmos com o processo de resgatar a nossa cultura”, realçou.

Espectáculo de carreira

A bailarina adiantou que vai participar no próximo ano no festival “Ladies take the lead”, que se realiza de 6 a 8 de Março de 2015, em São Francisco, Estados Unidos, numa produção da Kizomba All Stars.
Bernardeth prepara para Abril do próximo ano, em Luanda, a realização de um espectáculo de dança, para comemorar os dez anos de carreira artística, assim como a produção de um documentário em DVD sobre a sua trajectória artística.
A bailarina nasceu em Cabinda e cresceu no centro de Luanda. Hoje compartilha a sua vivência entre Luanda, Lisboa e Paris. Começou a carreira de dança com 14 anos e aprendeu muito com mestres como Paulo 7, Jorge Malanga e Petchú.
Bernardeth tem várias participações em projectos nacionais e internacionais. É coreógrafa e bailarina no grupo Lookal Motion, em Luanda, e colabora no curso de semba da Master Petchu, em Portugal.
A bailarina é campeã internacional do Concurso Africadançar (kizomba) 2009 e é bailarina exclusiva do músico Bonga. Participou em projectos musicais de vários artistas, com destaque para Yuri da Cunha, Rei Helder, Eddy Tussa, Beto de Almeida, Banda Maravilha, Dina Santos, Legalize, Bangão, Yola Araújo, Garimpeiros, Dimas, Gingongo, Puto Português e Don Power.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA