Autor Gabriel Ambrósio anima o "Café Literário"


17 de Agosto, 2016

O autor Gabriel Ambrósio anima hoje, às 16h00, no Anfiteatro Casa de Cultura Brasil-Angola (CCBA), em Luanda, um debate sobre o livro “Áfricas Ocultas”.

Doações  de produtos não perecíveis e de higiene e limpeza em prol de uma instituição de caridade da capital do país são recolhidas no local.
“Áfricas Ocultas” é um novo desafio de olhar da juventude africana, sobre a realidade sócio-cultural de Angola e África. Por que Áfricas Ocultas? As pluralidades da África como são vistas? A colonização e descolonização o que nos resta? A consciência e as nossas ideologias são independentes? Qual é a origem das nossas religiões africanas, ou seja, a espiritualidade dentro dos países africanos.
Segundo um comunicado de imprensa do (CCBA), citando o autor a política linguística nos países africanos como está a ser vista, esse é um convite pelo presente e futuro d’África. “Angola e os seus dilemas, a memória dos nossos ancestrais tem o respaldo no livro. A juventude africana e as rainhas ou as mulheres africanas e os seus ensinamentos. Os mestres africanos e seu legado em nós. Os diálogos de Nganda, Ndinga e Nzala, aparecem com seus questionamentos com críticas sociais e culturais. O legado africano, como está sendo conhecido na contemporaneidade africana e globalização têm os reflexos na obra, e muito mais coisas que vão surpreender os leitores”, lê-se no comunicado.
Gabriel Ambrósio, conhecido nas lides artísticas por Mavenda Nuni ya Áfrika, nasceu a 2 de Agosto de 1986, na província do Zaire, pertence a etnia kikongo e cultura bantu. Licenciou-se no Brasil, no curso de Letras, Português e Inglês, através do Programa do Estudante do Convénio de Graduação (PEC-G), desde 2011.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA