Belmiro Carlos defende relações profundas


14 de Janeiro, 2015

Fotografia: João Gomes

O secretário-geral da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC), Belmiro Carlos, apontou, em Luanda, a necessidade de se aprofundarem as relações culturais entre Angola e Portugal.

Em declarações à Angop para uma abordagem sobre o estado das relações culturais entre os dois países, Belmiro Carlos considerou que, por se tratarem de Estados com longos laços históricos, há necessidade de se reforçar a cooperação institucional, aproveitando também os acordos existentes ao nível da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).
“Sabemos que existem acordos institucionais no domínio cultural, mas há necessidade de as associações culturais dos dois países reforçarem as iniciativas estatais, dando outro rumo a uma cooperação que pode ser profícua para os dois lados. Os benefícios podem ser enormes se houver maior mobilidade dos criadores e agentes culturais nos dois países”, reforçou o secretário-geral da UNAC.
Belmiro Carlos disse ainda que musicalmente a cooperação é positiva, tendo em conta que Portugal tem servido de plataforma da entrada da música angolana no mercado estrangeiro.
“Nesta vertente estamos satisfeitos, visto que os artistas angolanos encontraram em Portugal o melhor mercado para a internacionalização da marca Angola”, disse, defendendo uma cooperação que permita maior aproximação institucional.
A UNAC tem um entendimento cooperativo com a Sociedade Portuguesa dos Direitos de Autores (SPA).“As duas instituições têm uma cooperação satisfatória a todos os níveis que resulta na assessoria prestada pela SPA ao projecto da UNAC relacionado principalmente com os direitos de autores. Conseguimos dar um outro impulso nesta vertente em função do apoio da SPA”, disse Belmiro Carlos.
A UNAC,  proclamada há 29 anos, tem por finalidade a dinamização da dança, teatro e música e a luta pela inserção profissional e afirmação social dos associados. Um número de 6.600 membros estão inscritos na união, que tem representações nas províncias de Cabinda, Zaire, Malanje, Lunda Norte, Lunda Sul, Moxico, Cuanza Sul, Benguela, Huambo, Huíla e Cunene.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA