Bob Dylan recebe galardão


4 de Abril, 2017

Bob Dylan recebeu o galardão de Prémio Nobel da Literatura quase quatro meses depois de ter faltado à cerimónia oficial. No fim-de-semana, o cantor norte-americano foi a Estocolmo realizar dois concertos e aproveitou para receber, finalmente, o prémio.

A entrega do prémio aconteceu sem a presença da comunicação social, num encontro, num hotel, entre Bob Dylan e elementos da Academia Sueca.
O cantor recebeu o diploma, mas não a parte monetária do prémio, cerca de 8 milhões de coroas suecas (900 mil dólares), que só se vai efectivar quando Bob Dylan fizer um discurso na academia.
Bob Dylan é o nome artístico de Robert Allen Zimmerman. Nasceu a 24 de Maio de 1941. Compositor, cantor, pintor, actor e escritor, é neto de imigrantes judeus russos. Aos dez anos de idade, escreveu os primeiros poemas e, ainda adolescente, aprendeu piano e guitarra sozinho.
Começou a cantar em grupos de rock, imitando Little Richard e Buddy Holly. Em 1959,  quando ingressou para a Universidade de Minnesota, regressa ao estilo “folk music“, impressionado com a obra musical do lendário cantor “folk” Woody Guthrie, a quem foi visitar em Nova Iorque em 1961.
Em 2004, foi eleito pela renomada revista Rolling Stone, o sétimo maior cantor de todos os tempos e, pela mesma revista, o segundo melhor artista da música de todos os tempos, ficando atrás dos Beatles. Uma da suas principais canções, “Like a Rolling Stone“, foi escolhida como a melhor de todos os tempos. Influenciou directamente grandes nomes do rock americano e britânico dos anos 60 e 70. Em 2012, Dylan foi condecorado com a Medalha Presidencial da Liberdade pelo Presidente Barack Obama.
O Prémio Nobel da Literatura de 2016 foi-lhe atribuído a 13 de Outubro, por “ter criado novos modos de expressão poética no quadro da tradição da música americana”, e tornou-se o primeiro e único artista na história a ganhar, além do Prémio Nobel, o Óscar, Grammy e o Globo de Ouro.
Quando foi anunciada a escolha de Bob ao Prémio Nobel da Literatura, Bob Dylan foi acusado de ser arrogante, por membros da Academia Sueca, por ficar em silêncio após o anúncio e não responder às insistentes ligações da academia. Somente duas semanas depois, o cantor quebrou o silêncio, ao afirmar “difícil de acreditar”, além de considerar “surpreendente e incrível.”  O cantor não compareceu à cerimónia de premiação, alegando ter “outros compromissos.” Patti Smith representou-o com uma emocionante interpretação de “A Hard Rain's A-Gonna Fall”, uma das composições mais emblemáticas de Bob Dylan.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA