Bono teme nunca mais poder tocar guitarra


6 de Janeiro, 2015

Fotografia: AFP

“Não é certo que volte a tocar guitarra. A banda já me lembrou que nem eles nem a civilização ocidental dependem disto”, é desta maneira irónica que Bono Vox fala do acidente de bicicleta que o mandou para o hospital.

O vocalista partiu o braço em seis sítios num acidente de bicicleta por ocasião da comemoração dos 54 anos de idade e teme agora que as consequências sejam mais graves do que pensou no início.
O vocalista do U2 escreveu aos fãs uma mensagem à maneira de balanço de 2014 - ‘A little book of a big year: Bono’s A to Z of 2014’ - onde avisa que vai suspender as aparições públicas nos próximos tempos para se concentrar na reabilitação e voltar em força na digressão do grupo este ano.
Na página da banda, Bono escreveu que a recuperação está mais complicada do que esperava inicialmente e que teme que as consequências sejam mais graves. Bono diz que a culpa do acidente - ‘freak accident’, como lhe chamou - foi apenas sua e que agora vai ter de ficar em recuperação, até porque além do braço, Bono sofreu ferimentos num ombro e ainda num olho.
No último mês, Bono já falhou alguns compromissos da banda como a presença no programa Tonight Show, de Jimmy Fallon, ou no concerto na Time Square, de apoio à luta contra a Sida, onde a banda participou e tocou com The Boss, Bruce Springsteen.
A notícia das dificuldades de recuperação do vocalista da banda irlandesa faz correr tinta e provoca a reacção dos fãs. Na rede social Twitter nasceu uma ‘hashtag’ (sinal tipográfico da cerquilha) para que os fãs desejem as melhoras a Bono. ‘#getwellbono’ tem sido um sucesso no Twitter com a partilha de centenas de fotografias e mensagens.
Se fizer o que prometeu na mensagem aos fãs, Bono vai estar fora até dia 14 de Maio, quando tem o primeiro concerto da nova digressão da banda em Vancouver, Canadá. Para já, há concertos marcados em 19 cidades, algumas na Europa.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA