Cultura

Bruna e Edmázia em perfeita harmonia

Manuel Albano

Sensualidade, romantismo e cumplicidade foram as notas dominantes da actuação de Bruna Tatiana e Edmázia Mayembe, no concerto da noite de sábado, na Casa 70, em Luanda, integrado na penúltima edição do projecto Duetos N’Avenida.

Dupla demonstrou cumplicidade em palco sábado à noite na Casa 70
Fotografia: Edições Novembro

Numa harmonia perfeita entre ambas, as duas vozes femininas subiram ao palco de mãos dadas, demonstrando cumplicidade.
 As cantoras foram magistrais na forma como conduziram o espectáculo, o que possibilitou criar uma empatia com o público, logo na primeira canção “Erro Bom”, interpretado por Edmázia Mayembe.
No seguimento, Bruna Tatiana interpretou “Eu falhei”, e de seguida juntas cantaram “É só bô”. A importância da valorização do amor e companheirismo foi a mensagem transmitida no tema “Último Beijo”, de Bruna, interpretado por Edmázia. Num momento mágico, o público “roubou” por alguns instantes o momento das divas quando em uníssono interpretou o tema “Um sol para cada dia”.
Bruna Tatiana meteu o seu fluido inglês à prova ao interpretar “Beautyfull”, para depois voltar a cantar em dueto o tema “Moça Séria” de autoria de Edmázia Mayembe. O espectáculo não ficou apenas por interpretações, mas teve também troca de mimos e elogios entre as protagonistas.
O momento de transformação da vida pessoal de Bruna, que viveu momentos difíceis, inspirou-a a compor um dos seus maiores sucessos musicais, o tema “Borboleta”, que foi muito aplaudido pelos espectadores.
De seguida foi o “Beijo no ombro”, de Edmázia Mayembe, que soltou o público que se levantou dos assentos para em pé acompanhar a cantora. O bom humor de ambas as cantoras em palco contagiava a plateia. No alinhamento do concerto Bruna Tatiana cantou “Nosso momento”, para depois as divas darem alma ao tema “Meu tudo”. De seguida, Bruna assumiu o “show interpretando a canção “Vou assumir” de Edmazia. Num momento de total inspiração, o público rendeu-se aos encantos vocais de Edmázia, quando interpretou um dos temas mais aplaudidos da noite, “Amor Yame”.

Momento de homenagem
A dupla interpretou “Estou cansada”, e embalou a plateia, para um dos momentos sublimes da noite. Clara Monteiro, convidada especial, subiu ao palco para interpretar “Volta”, numa homenagem. Clara Monteiro falou da sua trajectória que começou na Nigéria. A organização ofereceu um troféu a Clara Monteiro que depois interpretou o tema “Angola Tropical” com Bruna Tatiana.

Tempo

Multimédia