Cultura

Cabo-verdiana Sara Kods prepara disco de estreia

Mário Cohen

A cantora cabo-verdiana Sara Kods disse, ontem, em Luanda, que está em Angola para promover o seu CD de estreia, “Cabo Verde”, ainda em fase de conclusão.

Cantora está em Luanda a promover temas do disco
Fotografia: Mário Cohen | Edições Novembro

Com sonho de conhecer Angola já há muitos anos, Sara Kods disse que, após o lançamento do CD em Cabo Verde, pretende realizar uma sessão de vendas no nosso país.
Embora seja o seu disco de estreia, a cantora adiantou que tem realizado espectáculos em diversas cidades de Cabo Verde e foi num deles que conheceu o músico angolano Ce Cambange, que o convidou a conhecer Angola. “Não hesitei, até porque era um desejo antigo”, confessou.
O CD, explicou a cantora, vai ter 15 faixas, cantadas em português e algumas já têm sido tocadas nas rádios cabo-verdianas. “Espero alcançar muito sucesso em Angola. É um mercado novo para mim e muito competitivo, mas espero fazer um disco capaz de encantar também os angolanos.”
Depois do primeiro contacto, Sara Kods afirmou que ainda existe uma imagem muito errada de Angola além-fronteiras. “Alguns acreditam que seja uma terra pobre e sem atracções turísticas. É uma mentira que precisa ser invertida o quanto antes. É uma terra com pessoas acolhedoras.”
“Agora percebo o porquê de músicos como Tito Paris, Nelson Freitas ou Johnny Ramos, de maior referência em Cabo Verde e no mundo, actuarem e venderem seus discos em Angola”, acrescentou.
Com regresso a Cabo Verde agendado para a próxima semana, a cantora manifestou ainda interesse em trocar experiências com músicos angolanos, um passo que pretende materializar na sua próxima visita ao país.

Tempo

Multimédia