Cultura

“Canção dos mestres” com Vladmiro Gonga

O músico e compositor Vladmiro Gonga volta a reunir a banda Massemba Jazz para um concerto intimista enquadrado no projecto musical “Canção dos Mestre”, a realiza-se amanhã, às 20h30, no espaço Miami Beach, na Ilha do Cabo, em Luanda.

Músico promete concerto intimista com Filipe Mukenga
Fotografia: Edições Novembro

O projecto tem como convidados especiais Filipe Mukenga, Carlos Lopes e Carlitos Vieira Dias, que por sinal foram os artistas que inspiraram musicalmente, Vladmiro Gonga.
Este concerto, segundo Vladmiro Gonga, é também uma homenagem a esses músicos, por tudo que têm feito em prol da música angolana, provando que o jazz produzido em Angola tem as suas próprias nuances o que enaltece, cada vez mais, a cultura bantu.
“vai ser um momento único. Estou entusiasticamente comprometido com a sensibilização das pessoas para a importância da música nas nossas vidas, combinando o conhecimento musical e o respeito pela tradição, sem fugir a harmonização, a reestruturação e a inovação conceitual, de forma a atingir qualquer público”, garante o músico.
É desta forma, sublinha Vladmir Gonga, que vai viajar pelo afro-jazz, bossa nova, kilapanga entre outros estilos que valorizam os ritmos nacionais, por formas a continuar e dar seguimento ao legado que os artistas consagrados têm transmitido as novas gerações.
Vladmiro Gonga é cantor, compositor, violonista, arranjista, pesquisador e produtor musical. Lançou, em 2015, o seu primeiro álbum intitulado “Massemba Jazz”, gravado no Rio de Janeiro, com a produção e arranjo de um dos maiores guitarristas brasileiros, Maxi Viana, com a participação de Carlitos Vieira Dias.

Tempo

Multimédia