Cantora Titica é distinguida


15 de Novembro, 2015

Fotografia: João Gomes

A cantora angolana Titica foi distinguida na África do Sul com o Prémio Chevrolet Pena Africano, pela sua contribuição na promoção dos direitos humanos e inclusão social das pessoas transexuais e homossexuais, informou ontem o seu assessor, Célio Bastos.

A distinção, realizada quinta-feira no Johannesburg City Hall, em Joanesburgo, representa para o assessor um reconhecimento também pela carreira da artista angolana. “O prémio mostra que a música angolana está a ganhar mais espaço além fronteiras e todo o trabalho dos criadores nacionais tem tido repercussão no estrangeiro. Por isso é preciso trabalhar mais.”
Para Célio Bastos, o convite e a distinção abrem novas portas para a artista, principalmente num mercado como o sul-africano. “É preciso aproveitar cada oportunidade para mostrar o potencial criativo nacional e este prémio é um passo neste sentido”, disse, acrescentando que a kudurista pretende continuar a trabalhar mais na divulgação deste estilo.
A artista, que já foi nomeada melhor kudurista do ano, tem no mercado o CD “Chão Chão”. A organização do prémio, que este ano foi realizada sob o lema “Arco Íris África”, esteve a cargo da Quad Comunicações. O galardão foi criado por Thami Kotlolo e Joe Baby, em 2009, para homenagear as pessoas que lutam pelos direitos humanos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA