Carnaval ao ritmo do semba

Manuel Albano e Mário Cohen|
15 de Fevereiro, 2015

Fotografia: M. Machangongo

O desfile da Classe B do Carnaval de Luanda é aberto hoje às 16h00, na Marginal da Praia do Bispo, pelo grupo carnavalesco União Tuabixila.

Depois, desfilam o Estrela do Pita, Amazona do Prenda, Geração Sagrada, Jovens do Mukwaxi, Geração do Mar, Juventude da Kapalanca, Café de Angola, Angola Independente, Giza, 17 de Setembro, Unidos do Kilamba Kiaxi e Kwenya.
À semelhança da Classe Infantil, no desfile da Classe B o semba é também o estilo de dança predominante em nove dos 13 grupos concorrentes. A União Tuabixila, Estrela do Pita, Juventude da Kapalanca e Kwenya vão apresentar estilos diferentes a dikanza, katutula, kazukuta e cabecinha, que ressurgem depois de um longo período de ausência.
O desfile desta tarde vai contar com a participação de cinco grupos do Kilamba Kiaxi, dois do Rangel, da Maianga e Viana. Samba e Quiçama vão estar representados com uma agremiação cada. À luz do regulamento do Carnaval de Luanda, os cinco primeiros grupos carnavalescos da classe B ascendem à classe A no próximo ano. Os últimos cinco classificados da A disputam no próximo ano a classe B.
Tendo em conta a disputa renhida na edição do ano passado, em que a diferença entre o primeiro e o segundo classificados foi de apenas seis pontos, este ano prevê-se também um desfile competitivo.
Prova disso é o nível de preparação dos grupos. Cada um promete dar o máximo para tentar “roubar” o título que actualmente pertence à União Dimba Dya Ngola, vencedora da edição passada da classe B, ao totalizar 744 pontos. Pelas ruas da cidade de Luanda são visíveis falanges de apoio dos grupos, com trajes exóticos próprios da época. A vontade de todos deixarem a sua marca no desfile deste ano tem mobilizado centenas de adultos, jovens e crianças a participarem em mais uma edição do Carnaval, manifestando através de danças e canções a alegria de viver a maior manifestação cultural do país.

Espectáculo infantil

Ontem, primeiro dia dos desfiles competitivos, foi a vez de as crianças mostrarem que o legado está a ser bem conservado.
Apesar da chuva, os “cassules” da classe C, foram à Nova Marginal da Praia do Bispo defender o prestígio dos seus municípios.
O desfile foi aberto pelo União Cassules do 54, que num compasso de semba, com trajes semelhantes aos dos ilhéus, apresentaram o tema “Luanda Minha Terra Mãe”, que fala do progresso da cidade capital.
Depois seguiram-se os grupos União Cassules dos Jovens da Cacimba, Amazonas do Prenda, Admiradores da Kazukuta do Hoji ya Henda, Twafundumuka, Kazukuta do Sambizanga,10 de Dezembro, Mundo da Ilha, Café de Angola, Angola Independente, Esperança, vencedor da edição passada, e Geração Sagrada.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA