"Cartas de Guerra" concorre em Berlim

Roque Silva
21 de Janeiro, 2016

O filme “Cartas de Guerra”, que retrata parte a Guerra Colonial em Angola em 1971, do realizador português Ivo Ferreira, concorre ao 66.º Festival Internacional de Cinema de Berlim (Berlinale), na categoria de longa-metragem.

O filme, cuja primeira fase foi gravada na província do Cuando Cubango, faz parte da lista divulgada ontem no sítio oficial na internet da organização do festival e que constam outras 24 produções de ficção a competir em várias categorias no Berlinale 2016.
O filme “Cartas de Guerra” também vai ser exibido no festival a ser realizado de 11 a 21 Fevereiro, na capital alemã.
Algumas cenas da longa-metragem de Ivo Ferreira foram filmadas na antiga cadeia colonial do Missombo, no município do Menongue, actualmente transformada no Museu da Batalha do Cuito Cuanavale, onde no período colonial estiveram presos alguns nacionalistas angolanos.
A segunda e última fase do filme foi rodada em Portugal e inclui depoimentos de angolanos e portugueses sobre o 25 de Abril, de 1974, e outros acontecimentos que mudaram radicalmente a situação política de algumas colónias portuguesas.
“Cartas de Guerra” é uma adaptação do livro “D’este Viver Aqui Neste Papel Descripto: cartas de guerra”, do escritor português António Lobo Antunes.
A actriz norte-americana Meryl Streep preside o júri  do Berlinale, um dos mais tradicionais festivais de cinema do mundo.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA