Cultura

Centenas de obras literárias expostas no Largo Alameda

Mário Cohen

Mais de cem títulos de autores nacionais e estrangeiros estão expostos no Jardim do Livro Infantil Sambizanga, que decorre, desde ontem,  no Largo Alameda, em Luanda.

Iniciativa da Administração do Sambizanga atrai vários alunos
Fotografia: Agostinho Narciso | Edições Novembro

A feira que fica aberta até sábado está a ser promovida pela Administração do Distrito Urbano do Sambizanga, com a finalidade de incentivar o hábito de leitura às crianças.
A cerimónia de abertura foi presidida pelo administrador do Sambizanga, António Fiel Didi, e contou com a participação de alunos de escolas públicas e privadas do distrito, que animaram com a leitura de contos e poemas de autoria de Agostinho Neto, Uanhenga Xitu e Pepetela.
O grupo de teatro Wiza, do Sambizanga, exibiu a peça “Zungueira”, que narra o drama das vendedoras ambulantes da cidade de Luanda, passando por perseguições e agressões de fiscais. />Entre os livros infantis expostos na feira, constam “Esfregona Dançarina” e “O Maboque  Mágico”, de Cremilda de Lima”, “Montanha do Sol”, de Maria Eugénia Neto, “O Regresso do Kambongue”, de Kanguimbu Ananaz, “A Fada Clodi”, de Marta Santos, “Nódoas da Vida”, de Gildo João, “É Preciso Prevenir”, de Maria Celestina Fernandes, “Lodinho - Menino de Lodo - Boneco de Ouro”, de Áurio Quicunga, “Jimbo”, de Basílio Chindombe, “Jango dos Sapos”, de Dario de Melo, “Viúvo Kietu”, de Yola Castro, e “The Two Friends”, de Cássia do Carmo.

Tempo

Multimédia