Centro de Arte apoia artesãos


7 de Abril, 2015

Fotografia: Dombele Bernardo

A abertura do Centro de Arte do Benfica, no município de Belas, em Luanda, vai apoiar os artistas ligados à pintura, escultura e cerâmica a ultrapassarem as dificuldades na venda da sua produção, disse, ontem, o secretário-geral da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP).

António Tomás Ana considerou a inauguração do centro “um ponto de partida para os artistas de diferentes pontos do país disporem de locais oficiais de venda”.
O artista disse ser fundamental os criadores estarem organizados para usufruírem de todas as condições que o centro de arte oferece. “A falta de espaço era um dos maiores problemas que a classe enfrentava”, explicou o responsável.
O novo espaço inaugurado no sábado pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, tem capacidade para acolher mais de 300 artífices nacionais de diversos géneros artísticos que antes produziam e comercializavam os seus produtos no Mercado do Artesanato em Benfica.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA