Cultura

Chilala Moco expõe fotografias no Memorial

“Ocipala Cutima & Others” é o título da exposição fotográfica de Chilala Moco, patente até 31 de Dezembro no Memorial Dr. António Agostinho Neto, no marco do serviço público de artes e cultura que a instituição oferece aos residentes da cidade de Luanda, de terça a domingo.

Trabalhos do fotógrafo estão patentes até final do ano no Memorial
Fotografia: DR


Mesmo que o leitor não viva no centro da cidade, aos fins-de-semana, pode levar a família a visitar o centro cultural, o monumento ou, simplesmente, passear pelos jardins.
Quem visitar o Memorial Dr. António Agostinho Neto, nos próximos dias, com certeza que poderá apreciar a exposição “Ocipala Cutima & Others” de Chilala Moco, inaugurada na última quinta-feira.
Ao contrário do que muitos pensam, fotografar não é somente o exercício instantâneo que começa e termina com o clicar do dedo no disparador: é, na verdade, o que vem antes e o que vem a seguir a todo o processo: o enquadramento, o ângulo, o que se quer fotografar e, sobretudo, as ideias e as mensagens.
Sobre tudo isso, Chilala Moco sabe bem, uma vez que toda a sua trajectória profissional foi realizada, fundamentalmente, sob o signo da foto-reportagem para os jornais e revistas. Por um lado, captar e registar factos, situações, acontecimentos, eventos foi sempre a sua paixão. Afirmou que não lhe é nunca indiferente o contacto que, ao longo dos anos, vem mantendo com uma série de pessoas com quem se cruza, porque estão no centro do seu impulso e interesse pela fotografia.
Umas vezes privilegiando a encenação, noutras dialogando com fotografias icónicas e emblemáticas da história ou, ainda, aproveitando fazer pequenas disrupções: executadas de um modo simples e, geralmente, em estúdio, as fotografias, que dão título a amostra e que, Chilala Moco nos apresenta com esta sua exposição “Ocipala Cutila &Others”( O rosto da alma e Outras), são um retrato minúsculo e muito pessoal de segmentos de um rosto colectivo, - que pulula entre nós- mas que é impossível de retratar por utópico, infinito, fantasista e irreal.
Porém, é na fotografia de cariz documental onde, ao que nos parece, Chilala Moco começa a tentar explorar inquietações que, estando ainda muito dentro do politicamente político, porventura, insinua outros caminhos por trilhar.
“Ocipala Cutima & Others” é tanto um sedimento do actual nível da trajectória de Chilala Moco como um prenúncio de etapas que, estamos certos, virão. Por estas razões, o Memorial Dr. António Agostinho Neto decidiu, pois, mostrar o seu trabalho, para o desfrute do público.

Tempo

Multimédia