Chineses encontram tesouro no rio


16 de Abril, 2017

Arqueólogos chineses descobriram um tesouro no fundo do rio Min, no centro do país, que suspeitam pertencer ao antigo líder de uma rebelião, cuja frota se afundou durante uma batalha.

De acordo com a agência oficial Xinhua, o tesouro inclui mais de 30 mil objectos, entre os quais mais de 10 mil moedas de ouro e prata, assim como jóias, peças de porcelana, armas e utensílios de uso quotidiano.
Os objectos foram encontrados no fundo do Min, um dos maiores rios da província central de Sichuan, e “pertencem ao período médio da dinastia Ming”, assinalou o director do Património Cultural de Sichuan, Gao Delun, citado na sexta-feira pela Xinhua.
Os especialistas que anunciaram a descoberta afirmam tratarem-se de objectos que pertenciam a Zhang Xianzhong (1606-1647), antigo líder de uma revolta camponesa contra o império Ming, que foi derrotado naquele rio, quando tentava fugir com mais de mil embarcações.
A lenda conta que Zhang Xianzhong, que chegou a conquistar Sichuan e a proclamar-se rei daquela região, tentou fugir com as suas riquezas para o sul da China, mas foi travado pelo exército real, que afundou a sua frota em 1646.
A descoberta parece confirmar aquela lenda. O tesouro poderá ser maior do que o reportado até agora, já que os responsáveis pelas pesquisas arqueológicas só examinaram cerca de dois por cento do terreno onde foram encontrados os objectos.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA