Cineasta Manoel de Oliveira é homenageado em Nairobi


20 de Maio, 2015

Fotografia: AFP

A décima edição do “Lusophone Film Fest” de Nairobi homenageia no dia 30 o realizador português Manoel de Oliveira, recentemente falecido, aos 106 anos, com a exibição do seu primeiro filme, “Douro, Faina Fluvial”, 1931, e “A Caixa”.

 A programação inclui “Eu Sou de Lá”, brasileiro, de Sansara Buriti, “Vejo-te Quando Lá Chegares”, Guiné-Bissau, de Filipe Henriques.
O Lusophone Film Fest de Nairobi é uma mostra do cinema feito pela comunidade lusófona. A  primeira sessão deste ano realizou-se no sábado, no auditório do Goethe Institut, capital do Quénia.
O festival pretende ser uma mostra da diversidade de produção cinematográfica dos oito países de língua oficial portuguesa espalhados.
Na presente edição são exibidos 20 filmes, entre documentários, animações, curtas e longas metragens, em sessões mensais.
O Lusophone Film Fest é o resultado de uma parceria entre a comunidade lusófona de Nairobi e da Embaixada do Brasil no Quénia, que tem o apoio do Goethe Institut de Nairobi.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA