Cineasta Manoel de Oliveira estreia "O Velho do Restelo"


3 de Setembro, 2014

A curta-metragem “O Velho do Restelo” (“TheoldmanofBelem”) estreou segunda-feira no Festival de Veneza como a obra mais recente do português Manoel de Oliveira, considerado aos 105 anos o realizador mais velho do mundo.

Segundo informou a produtora O Som e a Fúria, o filme, de 19 minutos, foiincluido oficialmente na selecção oficial do festival fora de competição.
Em “O Velho do Restelo”, Manoel de Oliveira, que completa 106 anos em Dezembro, volta a reflectir sobre a história de Portugal através dos textos de Luís de Camões e Miguel de Cervantes.
O realizador Manoel de Oliveira baseia o argumento em partes do livro “O Penitente”, do poeta português Teixeira de Pascoaes (1877-1952).“O Velho do Restelo” é inspirado na personagem homónima criado por Camões na obra “Os Lusíadas”, que simboliza pessoas pessimistas e reaccionárias acerca dos descobrimentos portugueses.
Os actores da obra são Luís Miguel Cintra (Camões), Ricardo Trepa (Don Quixote), Diogo Dória (Teixeira de Pascoaes) e Mário Barroso (Camilo Castelo Branco), indicou a produtora. O prestigiado Festival de Veneza já premiou Manoel de Oliveira em 1985 com o Leão de Ouro pelo filme “O Sapato de Cetim”.
Para realizar “O Velho do Restelo”, foi crucial o patrocínio do secretário de Estado da Cultura de Portugal, Jorge Barreto Xavier, e o apoio da ministra da Cultura e Comunicação de França, AurélieFilippetti, país no qual Oliveira é muito apreciado.
O cineasta centenário superou nos últimos anos alguns problemas de saúde, entre eles um internamento hospitalar em 2012 por problemas de insuficiência cardíaca, e outros episódios em 2013.
Manoel de Oliveira, considerado o cineasta português de maior fama internacional, é autor de perto de 60 filmes, entre curtas-metragens, documentários e longas-metragens, caracterizados pela sua perspectiva cultural e histórica, através da qual procura encontrar harmonia entre a palavra e a imagem.
Manoel Cândido Pinto de Oliveira nasceu na cidade do Porto, no dia 11 de Dezembro de 1908, é um cineasta português

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA