Cineasta volta à ópera com Plácido Domingo


1 de Fevereiro, 2015

Fotografia: Divulgação |

Para celebrar o 30º aniversário da Ópera de Los Angeles, vai estar a partir de 12 de Setembro em cena um espectáculo encenado por Woody Allen e interpretado por Plácido Domingo.

Está a ser um ano de novidades para Woody Allen. Primeiro, uma série televisiva, agora, uma ópera, para celebrar os 30 anos da Ópera de Los Angeles.
O projecto vai ter como base uma personagem do Inferno de Dante e a comédia de Puccini, Gianni Schicchi. Woddy Allen trabalhou as duas com constantes alusões ao cinema italiano e aos dias de hoje. Esta não é uma completa estreia neste área para o realizador, que celebra 80 anos em Dezembro deste ano.
Woddy Allen já em 2008 se tinha estreado na ópera com esta peça, mas a diferença é que agora conta com o nome de peso do tenor italiano. Na altura essa versão da ópera foi aclamada pela crítica, inclusive pelo conhecido e exigente Rupert Christiansen, que a caracterizou como sendo uma “pura delícia”. Na altura o realizador explicou a incursão que o fez sair da tela e  passar ao palco: “Plácido Domingo falou-me, em várias ocasiões, sobre a encenação de uma ópera. Eu sempre me afastei ou consegui escapar. Agora, como dentro de três anos vou estar morto e nunca mais iria acontecer, então aceitei. E como não morri, fiz a ópera na esperança do material de Puccini ser suficientemente forte para não sair ferido. É que, ao contrário do cinema, eles vaiam na ópera”.
Woddy Allen já tinha mostrado ser um apaixonado pela ópera,  no filme de 2012 “De Roma com Amor”. Agora vai poder mostrá-lo outra vez em Setembro, em Los Angeles.
O anúncio da reposição da ópera foi feito através do lançamento do cartaz cultural da sala de espectáculos para 2015-2016, temporada em que vão ser vários os espectáculos especiais destinados a celebrar o aniversário da Ópera de Los Angeles.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA