Cineastas reflectem sobre o continente africano


11 de Maio, 2015

Fotografia: DR

 A Associação Angolana dos Profissionais do Cinema e Audiovisual (Aprocima) organiza este mês a primeira edição das Jornadas Africanas do Cinema e Audiovisual para assinalar o 25 de Maio, Dia de África.

Conferências e ciclos de cinema são os atractivos principais das jornadas, segundo informou, ontem, ao Jornal de Angola, o secretário para a Área Artística e Documental da Aprocima, Manuel Terramoto. As jornadas, abertas a investigadores, politólogos, estudantes universitários e cineastas,  servem de reflexão sobre o contributo do cinema e audiovisual para a projecção de uma imagem positiva e nova do continente africano, bem como a vida dos povos africanos, "muitas vezes deturpada e mal divulgada no exterior", realçou Manuel Terramoto.
Ainda para saudar o Dia de África, a associação vai realizar seminários e cursos intensivos de argumento, realização, produção e edição, nas províncias do Bengo, Benguela, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Malanje, Cabinda, Namibe e Luanda.No âmbito das comemorações do 40º aniversário da Independência Nacional, e dos 40 anos de cinema angolano, a associação visita na quarta-feira a Cinemateca Nacional.
Manuel Terramoto avançou que é intenção da Associação Angolana dos Profissionais do Cinema e Audiovisual criar parcerias de trabalho com as instituições públicas que regem a política do fomento do cinema e audiovisual, no país. "Por isso, visitámos na semana passada o Instituto Angolano de Cinema, Audiovisual e Multimédia (IACAM) e a Empresa Distribuidora e Exibidora de Cinema (Edecine)".
Este mês a Associação Angolana dos Profissionais do Cinema e Audiovisual visita a Agência de Marketing, Publicidade e Produção  Orion, e no mês de Junho as salas de cinema, controladas pela Edecine, para que seja facilitada  a projecção de filmes nacionais dos associados.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA