Clássicos à venda na Mediateca


23 de Dezembro, 2015

Fotografia: Kindala Manuel

A terceira colecção dos 11 clássicos da literatura angolana e a primeira de clássicos infantis estão à venda, desde ontem, na Mediateca de Luanda.

Segundo uma nota de imprensa do projecto Ler Angola, a publicação de obras de autores angolanos enquadra-se nas acções do programa de fomento do livro e da leitura, também designado “Ler Angola”.
“O impulso à produção literária no país e o incentivo à leitura está na génese da criação do Programa de Fomento do Livro e da Leitura, que nasce no âmbito do Ler Angola,  um programa do Executivo para a promoção do património identitário da cultura nacional, desenvolvido pelo Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (GRECIMA)”, lê-se na nota.
O documento refere que a aposta na literatura nacional consubstancia-se na criação e continuidade da colecção 11 clássicos da literatura angolana, que permite perpetuar as obras literárias de referência, indisponíveis às gerações vindouras.
Na primeira edição, lançada em 2013, a colecção reuniu 11 livros, num total de cinco mil exemplares cada um, perfazendo um total de 55 mil exemplares. Ambas as colecções somam um total de 220 mil livros.
“A demanda levou-nos a aumentar para dez mil exemplares cada título da segunda colecção, lançada em 2014. Este ano, juntamente com os clássicos, procedemos também ao lançamento da primeira colecção de 11 novos autores. Ambas as colecções perfizeram um total de 82 mil e quinhentos livros”, destaca a organização do projecto.
Para este ano, o programa  Ler Angola vem responder a uma das principais reclamações dos leitores, que visa apresentar clássicos infantis, além dos clássicos para adultos.
O programa mantém o preço dos livros a 500 kwanzas, sendo que 20 mil dos 220 mil exemplares vão ser destinados para oferta a instituições públicas afectas aos Ministérios da Educação e da Cultura, para associações de caridade, como forma de fazer chegar o livro aos mais carenciados.
O coordenador do projecto Ler Angola, Divaldo Martins, disse ontem, em Luanda, que o lançamento das colecções de clássicos da literatura angolana e clássicos infantis contribui para a divulgação de obras de escritores nacionais e incentiva os cidadãos ao gosto pela literatura.
Em declarações à imprensa no lançamento das duas colecções, o responsável avançou que mais pessoas e instituições podem desenvolver os seus conhecimentos sobre a literatura nacional, pois têm a possibilidade de acessar livros de escritores angolanos.
Divaldo Martins referiu que a sua organização vê-se obrigada a aumentar o número de exemplares de livros na colecção devido à demanda e em 2015 o projecto Ler Angola veio responder a uma das principais reclamações do público leitor, totalizando 220 mil livros.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA