Cultura

Colectivo Artes Sol oferece peças infantis

Manuel Albano |

A peça de teatro “Sonho do Pedro ou Pai Natal?”, para crianças, vai ser apresentada sábado e domingo, às 15h00, na Liga Africana, em Luanda.

Palco da Liga Africana, em Luanda, acolhe sábado e domingo sessões de teatro
Fotografia: DR

“Sonho do Pedro ou Pai Natal?” narra a transmissão de valores entre o avô Xixi e o neto Pedro, em que o avô aconselha e chama atenção ao neto para que este tenha um perfil  humilde, responsabilidade, fraternidade, cortesia, lealdade e integridade nas relações interpessoais para atingir a vida adulta sem problemas.
A peça, segundo a actriz e directora artística, Solange Feijó, desperta a necessidade da preservação de valores éticos e os ingressos custam mil kwanzas.
Pedro sente-se desanimado porque o avô não consegue comprar um presente de Natal. Mas, recorrendo à sabedoria e à experiência, o avô apoia-se no ditado: “Na boca de um ancião só saem dentes estragados”, para convencer o neto de que é possível ser feliz, na ausência de bens materiais.
 O colectivo de teatro Artes Sol trabalha com 15 actores, desde Março de 2016. A intenção do encenador da peça é o resgate de valores, alguns “abafados” por causa do fenómeno globalização e o uso de conteúdos da Internet, que põem, cada vez mais, em segundo plano os valores tradicionais.
A peça tem a duração de uma hora. Os actores interagem com os espectadores (crianças) de forma a ajudá-las a pensar como resolver diversos problemas sobre necessidades materiais. />O enredo de “Sonho do Pedro ou Pai Natal?” desperta, ainda, para uma reflexão, além do autodomínio em situações de crise financeira. Solange Feijó admitiu um outro benefício da peça para crianças: momentos de estímulo à imaginação.
“Quem convive com os avós aprende a respeitar os mais velhos e a dar valor em quase tudo que nos rodeia. Este contacto permite à criança compreender melhor as limitações da vida”, disse a promotora Solange Feijó.
 Para a próxima semana, nos dias 29 e 30, no mesmo local,  o Colectivo Artes Sol regressa para apresentar a peça ”O Gatuno de Alegria”.
Essa peça desincentiva as pessoas com comportamentos negativos, particularmente crianças, que gostam de furtar brinquedos e lanches, entre outros artigos.
O enredo alerta, ainda, os encarregados de educação e pais sobre a necessidade de uma maior fiscalização às actividades diárias dos filhos. A intenção, disse Solange Feijó, é transmitir valores de irmandade e respeito às coisas de outrem.
A intenção do projecto, disse, é criar, também, interesse em crianças pelas artes cénicas, o teatro principalmente, “fazer com que elas sintam-se dentro deste mundo artístico, de modo a agregarem valores.”

Tempo

Multimédia