Colômbia reverencia o talento de “Gabo”


25 de Abril, 2015

Fotografia: Reuteres |

O Ministério da Cultura da Colômbia promove uma campanha de homenagem ao escritor Gabriel García Márquez, Prémio Nobel de Literatura, para a valorização e maior difusão do seu legado cultural entre os jovens.

A homenagem, intitulada “Gabo vive entre nós”, realizada um ano depois da sua morte, inclui a rede de bibliotecas públicas, que está a distribuir, desde ontem, materiais impressos sobre a vida e o trajecto do escritor, nascido na localidade de Aracataca.
Além deste projecto, a Feira Internacional do Livro de Bogotá também dedica uma sessão especial ao escritor e ao seu fantástico universo literário, recriado na famosa obra “Cem anos de solidão”, considerada uma das melhores do seu género, após “Dom Quixote”, de Miguel de Cervantes. A Feira, um importante local para a promoção editorial, começou dia 21 e termina a 4 de Maio.
O Museu Nacional de Bogotá inaugura, no final do mês, uma exposição para reflectir a actual situação cultural da Colômbia. O autor de “Amor nos tempos do cólera” e “Crónica de uma morte anunciada” morreu no dia 17 de Abril de 2014 no México, vítima de cancro. As homenagens incluem ainda o legado do jornalista, com peças de teatro, além da construção de um monumento.
O Festival de Cinema de Cartagena das Índias, um dos mais relevantes da América Latina, dedicou igualmente um espaço para falar de García Márquez e a sua paixão pelo cinema. Laureado com o Prémio Nobel de Literatura em 1982, o autor deixou para a posteridade outros textos como “Do amor e outros demónios”. Um mural de grandes dimensões foi inaugurado ontem em homenagem ao célebre escritor. Artistas colombianos pintaram uma imagem do escritor num edifício na Avenida Jiménez.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA