"Comboio de Letras" abre com as crianças

Mário Cohen
8 de Setembro, 2016

Transmitir as ideias e os ideais de Agostinho Neto à próxima geração é o propósito do projecto “Comboio de Letras”, que arranca no próximo dia 21, às 10 horas, no Memorial, em Luanda, com a participação de mais de 100 crianças de Caxicane, terra natal do primeiro Presidente da República.

A iniciativa da Fundação António Agostinho Neto (FAAN), em alusão ao Dia do Herói Nacional, celebrado a 17 de Setembro, enquadra-se num conjunto de actividades que visa divulgar os feitos de Agostinho Neto, através de diversas actividades culturais e pedagógicas. O “Comboio de Letras” tem ainda como propósito incutir hábitos de leitura nas crianças. Na terça-feira, foi inaugurada a exposição “Sagrada Esperança”, do artista Guilherme Mampuya, que fica patente até ao dia 25, com entrada livre.
A directora de comunicação e marketing do Memorial, Alda Andrade, anunciou a realização, no dia 22, de uma conferência sobre “O Papel de Neto no Mapa Geopolítico do Continente Africano”, com o intuito de analisar o pensamento político do líder da luta de libertação nacional, assim como destacar o seu papel fulcral na Independência de alguns países africanos.  No mesmo dia, mas às 18 horas, é realizada a exposição “Flores de Imbondeiro”, de Anghel, que fica patente no Memorial até ao dia 2 de Outubro. O Memorial acolhe no dia 29 a exposição “Neto na Primeira Pessoa”, criada com o objectivo de divulgar os actos do “Poeta Maior”, através da interacção com o público.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA